Sertões: Riamburgo Ximenes/Stanger Eller mantém a liderança na Protótipo

27 de junho de 2009

Mais uma vez a equipe Promacchina teve êxito na 17ª edição do Rally dos Sertões. Riamburgo Ximenes/Stanger Eller manteve o rítmo e conquistou a 5ª colocação na classificação geral e o 2º posto entre os carros da Protótipo. À sua frente chegaram os três veículos da equipe VW e a L200 Evo do time Petrobras Lubrax. Nasser Al-Attiyah foi o mais rápido do dia, seguido por Carlos Sainz, Maurício Neves e Jean Azevedo. A outra dupla da equipe, Felipe Bibas/Emerson Cavassin, andou rápido para compensar o dia de ontem e ficou com 7º tempo.

O dia teve 645 quilômetros de percurso total, sendo 317 de trechos cronometrados. A especial foi composta por trechos de baixa, média e alta velocidade, além de vários obstáculos como pontes e rios. Os navegadores trabalharam bastante, pois haviam diversas trilhas escondidas dentro do percurso.

RiamburgoXimenes/Stanger Eller teve um dia difícil. Sua L200 EvoProm ficou sem embreagem, mesmo assim a dupla cearense conseguiu chegar ao final. “Hoje o dia foi de muita adrenalina. Apesar de termos saído líderes da categoria, passamos por várias situações de desgaste. Vinhamos muito bem quando, no quilômetro 200, perdemos embreagem. Nosso objetivo era administrar a vantagem conquistada ontem, mas com o traçado travado, se tornou quase impossível guiar o carro, mesmo assim nos superamos e só fomos ultrapassados quando faltavam 110 km para o final da prova. Chegamos exaustos, mas felizes por continuarmos na liderança. Valeu mesmo todo o esforço”, comemorou Ximenes.

Já o piloto Fellipe Bibas e o navegador Emerson Cavassin completaram o trajeto muito satisfeito com suas atuações.”Depois dos problemas de ontem, o dia de hoje redobrou nosso ânimo para buscar o título da categoira. Ultrapassamos mais de 10 carros, fechamos a etapa em sétimo lugar na geral. O Fellipe guiou muito, ele hoje foi sensacional. Para amanhã nosso objetivo é subir na pontuação geral, mas cuidando bem do nosso carro que esteve perfeito”, festejou Cavassin.

Neste sábado (27/6), a caravana do rali sairá de Minaçu (GO) e seguirá para Palmas, no Estado do Tocantins. Serão 762 quilômetros totais, o dia mais longo do Rally Internacional dos Sertões. A especial de 487 km será composta por muita serras e erosões enormes. Qualquer discuido será fatal para o equipamento. Também terá trechos de trial e longos estradões para acelerar.