Rally dos Sertões: Cleber/Rebouças chegam em 4º na Super Production

1 de julho de 2009

Foram 240 quilômetros de trechos cronometrados de muita areia que marcaram o final da etapa Maratona da 17ª edição do Rally dos Sertões. Um dia que provavelmente fique gravado para os competidores, tamanha dificuldade que foi atravessar esta especial e seguir para Petrolina (PE). Na sétima etapa, os veículos largaram da forma como terminaram o dia anterior e não puderam receber reparo mecânico até terminar o trecho cronometrado.

A equipe de Fortaleza Evolution Racing Team teve perdas e ganhos. A dupla Cleber Rosa/Eduardo Rebouças do carro 329 soube driblar as dificuldades e terminou a especial em quatro lugar na Super Production com o tempo de 4h20m10s e de quebra subiram seis posições na categoria e agora ocupam a sexta colocação no acumulado dos dias, segundo o resultado extra-oficial. O resultado deles só não foi mais promissor, porque atolaram em um dos riachos e perderam cerca de 25 minutos, depois foram obrigados a parar mais duas vezes para controlar a temperatura do carro.

Os cearenses vinham em um bom ritmo mas por volta do Km 80 tiveram um problema com a ventoinha que danificou o radiador e ocasionou o superaquecimento do carro. Como não puderam completar a especial a tempo foram penalizados, levando o temido forfete. E de acordo com o resultado extra-oficial, a dupla cai para a 8ª colocação na Super Production, no acumulado.

Nesta quarta-feira (1º/7) o rali sai de Pernambuco rumo a Juazeiro do Norte (CE). A oitava especial terá um total de 438 quilômetros, dos quais 179 de trecho cronometrado, que foi reduzido em 18 quilômetros. Agora faltam três etapas e dois estados para concluir o segundo maior rali do mundo, que termina na sexta (3/7) em Natal, no Rio Grande do Norte. Foto: Doni Castilho.