Rally dos Sertões: Líderes separados por poucos segundos

2 de julho de 2009

O Rally dos Sertões cumpriu nesta quarta-feira (1º) o seu oitavo dia de competição, com uma especial de 213 quilômetros entre Petrolina, Pernambuco, e Juazeiro do Norte, no Ceará. E a apenas dois dias do final da maior aventura off-road brasileira, a diferença que separa os dois Volkwagen Touareg que lideram a competição entre os carros – depois de 2.582 quilômetros percorridos em trechos cronometrados – é de apenas 3s9.

“A classificação está bem apertada e fomos rápidos para tirar a diferença. Foi tudo bem, com um final de especial bem estreito, mas não tivemos problemas. Amanhã vamos sair na frente, o que é mais difícil, mas se ficarmos em segundo amanhã, largaremos em segundo no último dia”, afirmou o espanhol Carlos Sainz, que hoje venceu a etapa com 1h51min04s9 e acumula 26h13min48s6 no total. O catarense não esconde a vontade de ser o campeão do segundo maior rally do planeta, embora leve em consideração que tanto ele como Sainz fazem parte da mesma equipe. “Eu e Carlos somos do mesmo time. Com qualquer um de nós em primeiro lugar, a Volkswagen também vencerá. Mas com certeza eu quero vencer. É a primeira vez que dirijo o Touareg e venho correr no Brasil, então será muito bom vencer esse rali”, comentou Nasser.

Entre os caminhões, a vitória na oitava etapa ficou com o Ford F4000 do trio Edu Piano/Solon Mendes/Davi Fonseca, que cumpriu a especial em 2h17min47s9, seguido pelo trio Amable Barrasa/Guilherme Signoretti/Raphael Bettoni (Ford F4000), com 2h34min44s0. Em terceiro ficou o Ford Cargo de Ulysses Filho/Evandro Bautz/José de Carvalho, com 2h50min56s6.

“Foi uma especial muito rápida e gostosa. Em alguns momentos, andamos em um corredor de mata fechada. Não fosse pelo problema que tivemos na câmara de um dos nossos pneus , poderiam ter ido melhor hoje”, disse Amable Barrasa, que após a especial de ontem ultrapassou Edu Piano no acumulado: até agora o líder entre os caminhões cumpriu todas as etapas em 24h15min54s4 e assumiu a ponta durante a sétima etapa, enquanto Piano, que apesar de ter perdido a liderança na terça-feira tirou um pouco da vantagem hoje, tem 24h19min01s4. Fotos:Marcelo Maragni e  Theo Ribeiro/Foto Arena.