Rally dos Sertões: Maurício Neves/ Eduardo Bampi passa susto na nona etapa

3 de julho de 2009

A nona etapa do Rally Internacional dos Sertões 2009 foi eletrizante! A briga pelo primeiro lugar geral aqueceu a disputa realizada entre Juazeiro do Norte (CE) e Caicó (RN). A dupla Sainz/Cruz(RedBull) no Touareg #301 venceu pela quarta vez e abriu 3m59s de liderança para colocar uma mão na taça. Nasser/Gottschalk(RedBull/Barwa) no Touareg #302 ficou em 2º na especial, depois de errarem na navegação e baterem de frente com a brasileira Maurício Neves/Eduardo Bampi (Moura/Mahle/Cimed) no Touareg #309 que, estavam quase parados se recuperando do mesmo erro que Nasser. Apesar da batida forte, os dois carros terminaram a prova fazendo mais uma vez 1, 2 e 3 para a Volkswagen Motorsport.

Os problemas citados acabam se refletindo em show para o público. Enquanto Sainz teve que recuperar tempo em função de um pneu furado, Nasser errou o caminho e ao voltar para a prova deu de cara com o companheiro de equipe Maurício Neves. Susto passado, fica claro que a VW não é apenas o melhor time, é uma equipe, mas quando está em campo, todos os seus pilotos podem e devem, dar o melhor de si, para buscar a vitória. Entre os brasileiros, Maurício Neves e Eduardo Bampi, também de Volkswagen Race Touareg 2, se destacaram. A dupla fechou o dia na terceira colocação, com 2h03min12s9.

“O Nasser errou uma entrada e nós erramos também, daí paramos para dar ré e voltar ao caminho, mas antes que isso pudesse acontecer o Nasser já vinha retornando e acabamos colidindo. Foi um susto, mas mesmo assim, continuamos e cumprimos a missão de colocar os três Touaregs nas três primeiras colocações do dia”, nos contou Maurício.

O Número do dia: A vantagem de 3.9 segundos de Nasser sobre Sainz ao final da 8ª etapa, se traduzida em metros (levando em conta a média de velocidade geral deles até aqui neste Rally: 90.7 Km/h depois de 2379 quilômetros de especiais cronometradas), resultaria em 75 metros e 58 centímetros.