Gustavo Sondermann lidera de ponta a ponta e garante a vitória da 4ª etapa da Copa Vicar

5 de julho de 2009

O paulista Gustavo Sondermann, da Gramacho Racing (Peugeot) teve um final de semana de muita sorte em Interlagos. O piloto venceu a quarta etapa da Copa Vicar, com um tempo de 40min43seg972, e média de 145,98 Km/h para os 4.309 metros do circuito paulista, após o pole position, Felipe Lapenna, abandonar a prova ainda na volta 2. A segunda posição no pódio ficou com Tiago Gonçalves, da DCM Motorsport (Peugeot), a 14seg148 do campeão, enquanto André Bragantini Jr., da Full Time Competições (Peugeot), chegou em terceiro lugar, a 25seg576. A quinta etapa da Copa Vicar será no dia 20 de setembro, no Rio de Janeiro.

Com a vitória, Sondermann garantiu uma boa pontuação para a classificação geral, e agora soma 44 pontos ao lado de Felipe Lapenna, ambos na quarta posição. A liderança é dividida entre o paranaense, Julio Campos, que terminou em oitavo e Tiago Gonçalves que somam 49 pontos, seguido de perto pelo paulista Rafael Daniel, da Full Time Competições (Peugeot), segundo no campeonato, com 46. Diogo Pachenki, da Pachenki Motorsport, está na terceira posição na temporada, com 45 pontos.

Enquanto Sondermann fez uma prova tranquila e praticamente não foi ameaçado pelos concorrentes, se destacando desde o começo da corrida, por ter conseguido manter o ritmo e abrir uma larga vantagem para os demais. Com isso, teve poucos problemas para garantir a vitória, a primeira neste ano. As emoções da quarta etapa da Copa Vicar ficaram por conta das disputas acirradas e pelas diversas trocas de posição na busca pela terceira colocação. André Bragantini levou a melhor nessa “briga” ao conseguir a ultrapassagem na última volta.

Gustavo Sondermann está radiante após um final de semana repleto de bons resultados. Depois de fechar os treinos livres de sexta-feira como o mais rápido, o piloto conquistou sua primeira vitória na temporada. “Estou muito contente com meu resultado. Esse final de semana foi muito produtivo. Tivemos muito tempo para acertar detalhes dos equipamentos e hoje tinha uma máquina fantástica para conduzir. Com meu carro veloz, consegui uma boa vantagem volta a volta e a temperatura da pista também estava ao meu favor. Agora é continuar na luta para me superar ainda mais”, declarou satisfeito o piloto, que para as próximas etapas, tem a vantagem de melhor adaptação aos circuitos por ter conquistado o pole em todos eles.

Durante a prova, o piloto Tiago Gonçalves assumiu uma postura conservadora diante do carro veloz de Sondermann. “Fiz uma boa largada e tive a vantagem de assumir o segundo lugar com o incidente ocorrido com o La Penna. Mas como o Sondermann estava muito rápido, preferi pensar no campeonato e ser mais conservador, e assim manter minha posição, já que tinha uma boa vantagem para o Bragantini”, afirmou.

Já André Bragantini adotou em uma estratégia arriscada para buscar o terceiro lugar do pódio, após uma corrida de superação para o piloto. “A corrida foi muito difícil para mim, pois meu carro é rápido, mas difícil de guiar. Tinha uma quantidade boa de tração, mas estava totalmente sem frente. Decidi arriscar e passar o Julio Campos em uma ultrapassagem limpa. Deu certo. Estou muito contente e minha equipe fez um ótimo trabalho”, explicou o paulista.

Depois da disputa da quarta etapa, o campeonato mantém o equilíbrio. Os líderes têm pouca vantagem para os demais colocados, fato que com certeza levará ainda mais emoção ao Rio de Janeiro, em 20 de setembro.

Os dez melhores classificados, até a quarta etapa são: 1) Tiago Gonçalves (SP) e Julio Campos, (PR), 49; 3) Rafael Daniel (SP), 46; 4) Diogo Pachenki (PR), 45; 5) Gustavo Sondermann (SP) e Felipe Lapenna (SP), 44; 7) Eduardo Leite (SP), 37; 8 Juliano Moro (RS), 35; 9) Afonso Bastos (SC), 25; e 10) André Bragantini (SP) e Galid Osman (SP), 24. Fotos:Fernanda Freixosa.