Nelsinho Piquet retoma a temporada da Fórmula 1 em atmosfera mítica na Alemanha

7 de julho de 2009

Foram quase três semanas de recesso no calendário e a Fórmula 1 volta à ativa com o GP da Alemanha no próximo final de semana (10 a 12/7). A prova marca, além da chegada do Mundial à sua metade, o retorno de um dos circuitos lendários da categoria. Nurburgring, que ficou fora da temporada 2008 – por causa de um acordo no qual reveza o GP da Alemanha com Hockenheim -, é uma pista mítica para o automobilismo mundial. “Além de toda a história dessa pista, o final de semana em Nurburgring é um dos mais legais da temporada. Ficamos o tempo todo perto da pista. O hotel é dentro do circuito e da janela do quarto eu consigo ver a reta de largada e os boxes”, conta Nelsinho Piquet, que pela primeira vez vai correr de Fórmula 1 no circuito – depois de ter sido segundo colocado no GP da Alemanha de 2008, em Hockenheim.

“Estou realmente ansioso por isso. Na GP2 sempre gostei das provas em Nurburgring e agora quero que chegue logo o final de semana para andar com o R29 lá”, completa o brasileiro, que aproveitou o período sem corridas para, pela primeira vez no ano, voltar ao Brasil e cumprir uma agenda de compromissos com patrocinadores e a mídia, além de recarregar as baterias para a nova fase do campeonato.

O período sem provas na Fórmula 1 serviu também para a equipe ING Renault trabalhar no desenvolvimento do seu carro na fábrica de Enstone, na Inglaterra. Assim, o time deve estrear novos componentes do R29 na etapa. “Nas últimas corridas alguns times conseguiram evoluir bastante, mas nossa equipe segue trabalhando a mil e toda melhora nessa fase é muito bem-vinda”, atesta Nelsinho. “Há cinco ou seis equipes andando sempre muito próximas, então quem consegue melhorar um pouquinho mais que as outras pode dar um salto muito grande”, acredita o piloto brasileiro. Foto:LAT Photographic.