FOTA abandona reunião com a FIA e põe em dúvida a paz na F-1

8 de julho de 2009

A Associação de Equipes de F-1 (FOTA) abandonou uma reunião técnica com a FIA, nesta quarta-feira, acerca das mudanças nas regras da próxima temporada, incluindo a discussão sobre o teto orçamentário. O encontro contou com a presença de representantes de todos os times do atual grid, mais as três novas escuderias aceitas pela FIA: Campos, Manor e USF1. Com relação ao teto, o debate alcançou algum progresso. Entretanto, as equipes não poderiam votar o limite para o peso mínimo em um 2010.

Além disso, o termo que obrigaria, legalmente, a redução de custos na categoria para os níveis do início da década de 90, num prazo de dois anos, como, segundo a FIA, “foi prometido por representantes da FOTA no dia 24 de junho”, também não foi finalizado.

“Seguindo a decisão do Conselho Mundial, em 24 de junho, de reverter a versão de 29 de abril do Regulamento Técnico e Esportivo 2010, a FIA encontrou, hoje, os times inscritos para o Campeonato 2010, para o acordo para essas mudanças”, declarou a FIA.

“Os oito times da FOTA foram convidados a participar da reunião, para discutir suas futuras propostas para 2010. Infelizmente, nenhuma discussão foi possível, pois a FOTA abandonou o encontro”, completou a Federação. A atitude da FOTA ainda não foi explicada, mas põe em dúvida a clareza do acordo de paz, estabelecido no último mês, entre as duas entidades. Fonte: F-1 na Web – Flávio Augusto