FOTA não descarta criação de um campeonato paralelo

10 de julho de 2009

Novamente, o futuro da F-1 parece estar em jogo. Ainda que confiante em relação a um possível Acordo Concorde com os chefes comerciais do esporte, o que, teoricamente, colocaria fim aos problemas com a FIA, a Associação de Equipes (FOTA) está disposta a retomar a ideia de se criar um campeonato paralelo. “Nós não podemos sentar e esperar se irá existir um acordo ao nosso modo ou não. Por isso, temos de manter todas as opções abertas e isso significa que temos de olhar para outros lugares também”, explicou o chefe da BMW-Sauber, Mario Theissen.

Os rumores dão conta de que, devido aos últimos acontecimentos, membros da FOTA estariam determinados a exigir a saída de Max Mosley da presidência da FIA em outubro, como, inicialmente, teria sido estipulado no acordo de paz firmado no dia 24 de junho.

Sobre o tema, o presidente da Toyota e, também, vice-presidente da FOTA, John Howett, comentou: “sem responder a isso diretamente, eu diria que os detentores dos direitos comerciais entendem que é exigido conseguir nossas assinaturas no Acordo Concorde e o acordo com eles está muito próximo. Nós só precisamos ver e esperar o que acontece”. Howett ainda confessou que estava confiante de que, após o acordo de paz, a situação chegaria a um final consensual. “Pedimos desculpas ao público, mas eles deveriam confiar em nós. Sabemos exatamente onde estamos indo, ainda temos alternativas na mesa e estamos tendo progressos com partes importantes”, concluiu. Fonte: F-1 na Web – Flávio Augusto.