Nelsinho Piquet larga duas posições à frente de Fernando Alonso

11 de julho de 2009

Em um treino caótico em função da instabilidade climática, o brasileiro Nelsinho Piquet conquistou a décima posição para o grid de largada do GP da Alemanha de Fórmula 1, que será disputado no circuito de Nurburgring. O treino começou com pista seca, mas ainda nos instantes finais do Q1 – primeira fase da classificação – a chuva começou a cair na região do autódromo. Na fase seguinte, o Q2, os pilotos foram para a pista com pneus intermediários, que pareciam a escolha mais adequada para o momento. Porém, novamente o clima roubou a cena. A chuva parou por alguns instantes e as equipes se viram no dilema de arriscar partir para os minutos finais da sessão com pneus slicks ou manter os carros equipados com pneus intermediários.

Nelsinho Piquet foi um dos que arriscou optar pelos pneus de pista seca e essa escolha mostrou-se decisiva, uma vez que o brasileiro conquistou o segundo melhor tempo nesta fase da classificação, atrás apenas do compatriota Rubens Barrichello, que também arriscara trocar os pneus. “Estou muito feliz com a classificação de hoje”, admitiu Nelsinho. “A equipe havia me pedido para fazer duas voltas com os pneus intermediários, mas eu resolvi abortar essa tentativa e voltei aos boxes, mesmo sabendo que eles ainda não estavam prontos para a troca”, contou o brasileiro. “A pista estava muito escorregadia, parecia que a gente estava em uma corda bamba, mas eu consegui me manter no traçado e fiz uma boa volta que me garantiu no Q3”, revelou. Ficaram pelo meio do caminho o alemão Nick Heidfeld, o espanhol Fernando Alonso, companheiro de equipe de Nelsinho na ING Renault, o italiano Jarno Trulli e as duas Williams, de Kazuki Nakajima e Nico Rosberg.

A fase final do treino acabou sendo a menos conturbada em termos climáticos e, com isso, a briga pela pole-position ficou restrita às duas equipes que vêm se destacando na temporada – Brawn GP e Red Bull Racing. “Fui para o Q3 um pouco mais pesado porque,  sendo bem realista, as nossas chances de largar mais à frente dependeriam muito das condições da pista”, assumiu Nelsinho, que terminou o treino na décima colocação, posição em que irá largar na corrida de amanhã. “É claro que eu gostaria de largar um pouco mais à frente, mas ainda não tenho no meu carro as últimas evoluções que a equipe está fazendo. Só o nosso novo amortecedor provou ser uns dois décimos mais rápido no carro do Fernando (Alonso)”, revelou o brasileiro. “Levando em conta as dificuldades da classificação, a pista adversa e as condições do meu carro hoje, foi um resultado muito expressivo”, avaliou o piloto da ING Renault. “Amanhã tenho uma boa chance de brigar por pontos, principalmente se a gente novamente tomar as decisões corretas caso o clima esteja instável outra vez. Vai ser uma batalha, mas estou muito focado em fazer uma boa corrida aqui em Nurburgring”, declarou Piquet. O GP da Alemanha de Fórmula 1 terá sua largada às 9h (horário de Brasília). Fotops:Lat Foto; Luca Bassani e Brawn GP.