F-Truck e Top Race V6 promovem Racing Day em Interlagos

13 de julho de 2009

A Fórmula Truck volta pela 12ª vez à Interlagos, Autódromo José Carlos Pace e agora como uma produção de um dos maiores eventos do automobilismo contemporâneo em São Paulo. Já conhecida por levar ao circuito paulistano o maior público entre eventos de categorias nacionais e já várias vezes comparadas com o público do Grande Premio do Brasil de F-1, a organização da F-Truck preparou uma grande festa para a etapa deste ano em Interlagos. Além das atrações previstas na programação das etapas da F-Truck, esse ano o público poderá ver também uma das categorias mais disputadas e populares da Argentina, a Top Race V6. São 39 carros com chassi tubular e motor de seis cilindros representando sete marcas conhecidas no automobilismo internacional.

Para a grande festa do dia 19, onde se espera perto de 70 mil pessoas entre arquibancadas e áreas Vips, a organização da Fórmula Truck já trabalhou com um mês de antecedência para a montagem das arquibancadas especiais como acontece no GP de F-1. “Montamos as arquibancadas bem antes da prova da Stock Car no dia 5 deste mês. Eles aproveitaram parte de nossa estrutura de arquibancada”, conta Roberto Cirino, o diretor de operações da Fórmula Truck.

A Truck terá 26 caminhões no grid com a confirmação da volta de Adalberto Jardim com caminhão Ford, sete marcas diferentes e disputas acirradas entre equipes, marcas e pilotos. “É uma das categorias multi marcas mais equilibradas que já vimos no Brasil. Aliás, podemos dizer que hoje ela é o campeonato de marcas brasileiro”, destaca o diretor de prova da F-Truck e da F-1 no Brasil, Carlos Montagner. Em 2005 a F-Truck brasileira recebeu uma menção de honra da FIA – Federação Internacional de Automobilismo como reconhecimento como uma das categorias multi marcas do mundo mais equilibradas em seu regulamento técnico e desportivo.

Para Interlagos o fator de disputa de momento não é muito comum na F-Truck. Uma superioridade de uma única marca como acontece este ano não é normal da categoria de caminhões. Hoje três caminhões Volkswagen ocupam as primeiras posições na tabela de classificação: Valmir Benavides com 89 pontos, Felipe Giaffone com 78 e Renato Martins com 59. Eles fazem parte da equipe RM Competições Volkswagen que tem apoio oficial da fábrica. Atrás dos Volkswagen tem pelo menos 15 concorrentes de marcas diferentes que acham que podem começar a tirar essa diferença em Interlagos. São quatro Mercedes, três Scania, três Volvo, três Iveco e dois Ford.

Os mais próximos dos ponteiros são: Geraldo Piquet (Mercedes) quarto colocado com 56 pontos, Djalma Fogaça (Ford) em quinto com 47, Wellington Cirino (Mercedes) em sexto com 44 pontos, seguidos de Roberval Andrade (Scania) com 38 e Fabiano Brito (Volvo) com 27. “Tiramos bom proveito dos treinos que fizemos em Curitiba e espero repetir o resultado do ano passado”, diz o atual campeão Wellington Cirino, com duas vitórias em Interlagos ( 2008 e 2002). Foto:Orlei Silva