Tricampeões do Rally dos Sertões são homenageados pela Ford Caminhões

17 de julho de 2009

Quase duas semanas após a vitória em Natal (RN), quando a Equipe Ford Racing Trucks conquistou o terceiro título consecutivo do Rally dos Sertões nos Caminhões e na categoria T4.1, Edu Piano e Solon Mendes fizeram uma visita à montadora em São Bernardo do Campo e foram homenageados. Na última quarta-feira (15) a dupla foi recebida pela diretoria da Ford Caminhões e todo o staff de Vendas e Marketing para um bate-papo informal no auditório. Na ocasião, puderam relatar a experiência vivenciada durante os dez dias, a bordo do caminhão F4000 Território 4×4, que culminou com o título mais suado dos últimos três anos.

O piloto que agora soma quatro títulos na competição, um nos Carros em 2005 e os três nos Caminhões (2007/2008/2009) agradeceu mais uma vez a importante parceria, fundamental para esta conquista. “Depois que superamos todas as dificuldades do Sertões, mostramos mais uma vez que além demais rápido, o caminhão continua superando todas as expectativas em termos de robustez e nos levou ao terceiro título. Quero agradecer a Ford Caminhões e cada um dos colaboradores que tiveram participação nesta vitória”, disse Piano.

O trio Piano, Mendes de Davi Fonseca venceu nove das dez etapas, realizadas entre 24/6 e 3/7, mas devido a um problema na sétima etapa perdeu preciosos 20 minutos. Daí em diante começou a luta para recuperar a liderança e venceu a oitava e nona etapas, mas restaram 1m11s para etapa final. E diante de uma virada excepcional venceu o Rally dos Sertões com cerca de 4m30s de vantagem e não deixou o título escapar das mãos.

“Em nome de toda a equipe queremos agradecer este reconhecimento que é muito importante e nos motiva cada vez a trazer mais títulos e dizer que defendemos como nunca o nome da equipe oficial da Ford Caminhões durante mais um Rally dos Sertões”, finaliza o navegador que veio de Fortaleza a convite da montadora para participar de alguns eventos nesta semana. Fotos:Foto: Sanderson Pereira e Haroldo Nogueira.