Super GT: João Paulo de Oliveira defende liderança no Japão

22 de julho de 2009

Após ficar mais de um mês sem acelerar, o Campeonato Japonês de Super GT chega à metade da temporada neste domingo (26/07), com a disputa da quinta etapa no autódromo de Sugo. O brasileiro João Paulo de Oliveira (Nissan) defende a liderança do principal certame de carros esportivos do Oriente. “Neste estágio do campeonato não estou tão preocupado em ser o líder. O importante é marcar bons pontos que podem fazer a diferença no fim do ano. A liderança depende de outros fatores”, comenta o piloto, que divide o cockpit de seu GT-R com o japonês Seiji Ara.

Apesar de ter ficado cinco semanas sem competir, João Paulo acredita que não deverá ter problemas na volta às atividades de pista. “Piloto sempre gosta de acelerar, mas eu acho que essa parada não vai me prejudicar em nada em termos de competitividade”, explica. No entanto ele acredita que os membros das equipes podem sentir a falta da prática dos procedimentos comuns de corrida. “O que pode ser prejudicial é em alguns aspectos específicos, como no procedimento das paradas no boxes por parte dos mecânicos. Mas confio em todo o meu time”, afirma o piloto da Nissan.

Uma das marcas da Super GT nesta temporada é o equilíbrio. As quatro etapas já disputadas foram vencidas por duplas diferentes e todos os participantes já pontuaram ao menos uma vez no campeonato. Vencedor da prova de abertura da temporada, João Paulo tem se destacado por manter a liderança do campeonato, apesar do rigoroso regulamento que determina que os concorrentes devem carregar um lastro com o dobro de pontos acumulados em cada prova que for disputada. Portanto, o brasileiro e o japonês Seiji Ara deverão ‘carregar’ 72 quilos a mais nesta quinta prova.