“Ele não entende merda nenhuma de F-1”, dispara Piquet contra Briatore

30 de julho de 2009

Pelas ácidas declarações de Nelsinho Piquet e Flavio Briatore, fica claro que, nem o brasileiro está interessado em manter seu lugar na Renault, nem o italiano deseja mais contar com o piloto. Ambos trataram de jogar tudo a que tinham direito no ventilador. “[Ele] não entende merda nenhuma de F-1. Ele é meu manager. Mas em seu papel de chefe de equipe, ele não me respeita. Ele só pensa em dinheiro, sobre quanto dinheiro pode embolsar em tudo o que ele se envolve. Ele é um homem sem amigos”, disparou Piquet. O nervosismo do brasileiro foi motivado pelas declarações anteriores de Briatore. Segundo o italiano:

“Quando um piloto não tem resultados, ele abre o livro de desculpas e começa: “a culpa é do clima, dos óculos de sol do espectador, um giro na reta, isso e aquilo”. Não é verdade que exista uma diferença técnica de sete décimos entre o carro de Alonso e o de Piquet”, criticou.

“Se isso fosse verdade, nós teríamos um carro capaz de vencer o título. E este, infelizmente não é o caso”, completou o italiano, que confessou esperar mais do brasileiro em sua segunda temporada com o time.

No entanto, Briatore admitiu que Piquet teve menos testes que seu companheiro, Fernando Alonso, mas, por outro lado, lembrou da boa campanha de Mark Webber que, devido a um acidente antes da pré-temporada, em que teve a sua perna quebrada, também não pôde realizar um extenso programa de testes. Para o brasileiro, contudo, a comparação não é justa, já que Webber vem de uma época em que, diferentemente de hoje, os testes não eram limitados. “Além disso, estou contra Briatore e Alonso”, finalizou.  Fonte: F-1 na Web – Flávio Augusto