FIA surpresa e Fota espera contornar decisão da BMW

30 de julho de 2009

A FIA disse que não está surpresa com a decisão da BMW abandonar a Fórmula 1 e culpou os chefes de equipes por resistirem às medidas de redução de gastos, que teriam evitado este tipo de desistência. “A FIA lamenta o anúncio de abandono da BMW, mas não é surpreendida por ele”, afirma a Federação em comunicado. “Tem sido claro, por certo tempo, que o esporte a motor não pode ignorar a crise econômica mundial. As fabricantes de automóveis não podem continuar derramando grandes quantias em dinheiro na F-1, quando sua sobrevivência depende dos gastos e do apoio do contribuinte”, continua a FIA.

A FIA também espera que as medidas de redução de custos assinadas sejam suficientes para evitar mais abandonos. “Como resultado da campanha de redução de gastos sustentada pela FIA, novas medidas estão prestes a ser assinadas, o que deveria facilitar a entrada de novas equipes e permitir a participação com orçamento reduzido aos times já existentes”.

Já a  Associação de Equipes da Fórmula 1 (FOTA), prometeu fazer tudo que estiver ao seu alcance para ajudar a assegurar o futuro da equipe BMW-Sauber, após a fabricante BMW anunciar que abandonará a F-1 no final deste ano. Assim como a FOTA ajudou a manter a Brawn GP no grid, depois do abandono da Honda, o secretário geral da Associação, Simone Perillo, disse que os times tiveram conversações imediatas para confirmar o apoio à equipe com sede na cidade de Hinwil, na Suíça.

“As equipes da FOTA imediatamente consultaram umas as outras e estão prontas para assegurar todo o apoio necessário a escuderia suíça, cuja adesão na associação é confirmada, para continuar sua participação no esporte”, disse Perillo. Fonte: F-1 na Web – Lucas Martins.