Pizzonia e Corinthians terminam em quarto na Inglaterra

2 de agosto de 2009

O brasileiro Antonio Pizzonia garantiu neste domingo (02/08), na Inglaterra, o quarto lugar para o Corinthians na Super Final da terceira rodada da Superleague Formula, a competição que alia as paixões mundiais por automobilismo e futebol. “Estamos mantendo uma boa média. De três rodadas, fizemos duas poles. De duas Super Final disputadas, participamos de todas. E de seis corridas, lideramos quatro”, comemorou o Jungle Boy, como ele é conhecido internacionalmente. Com o terceiro posto na quinta e o oitavo lugar na sexta etapa, em Donington Park, o Timão passou a ocupar a quarta posição no certame com 161 pontos. A liderança é do Liverpool (ING), com 217 pontos.

Na primeira prova do dia Antonio Pizzonia  terminou em terceiro e se garantir na Super Final, que reuniu os três primeiros de cada uma das duas corridas. “Terceiro é muito bom, mas jogar uma vitória fora é muito ruim. Desde o início da corrida que o carro não estava muito bom, faltava aderência na traseira, mas se estivesse na frente ainda dava para defender a posição. De qualquer maneira, estou feliz pelo pódio”, admite o amazonense.

Na sexta etapa, com o grid totalmente invertido em relação ao resultado da primeira prova, Pizzonia largou da 16ª posição, enquanto o Flamengo saia da pole position por ter sido o primeiro a abandonar a quinta etapa. Na 19ª volta Pizzonia estabeleceu a melhor volta das corridas (1min19s400). Com um bom desempenho, ele foi diminuindo a distância para os ponteiros, mas recebeu a bandeirada ainda em oitavo. Na segunda vez em que foi disputada nesta temporada, o Corinthians participou novamente da Super Final, reunindo os três melhores de cada corrida. Antonio Pizzonia largou em quinto e recebeu a bandeirada em quarto. A vitória ficou com o australiano John Martin, representando o Rangers, da Escócia.

O chamado futebol sobre quatro rodas volta a se encontrar no dia 6 de setembro, em Estoril, Portugal, para a disputa das sétima e oitava etapas do certame que reúne algumas das principais equipes do futebol mundial, como Corinthians, Flamengo, Liverpool, Milan, Atlético de Madrid, Porto e Sporting. Todos os monopostos da Superleague usam um moderno chassi Élan, impulsionado por motor Ménard V12 de 750 cavalos de potência, chagando a atingir 350 km/h.