Schumacher dará “lições de pilotagem” a seus rivais, diz Ecclestone

4 de agosto de 2009

O chefe-executivo da F-1, Bernie Ecclestone, não escondeu a empolgação pelo retorno de Michael Schumacher às pistas. Antes da confirmação da Ferrari, o britânico disse “duvidar” de uma possível volta de Schumi, mas, agora, afirmou que o heptacampeão mundial dará verdadeiras aulas de pilotagem a seus rivais. “Acho que ele irá dar lições de pilotagem para um ou dois deles. Obviamente, ele não teria decidido retornar a menos que ele que ele acreditasse ser competitivo e Michael é um cara competitivo”, avaliou Ecclestone.

Em meio às notícias sobre o aumento na venda de ingressos para o GP da Bélgica, por conta de Schumacher, o britânico ressaltou a popularidade do alemão. “Ele sempre foi superpopular, apesar de ter vencido tantas corridas e as pessoas dizerem que ele era chato. Ele nunca foi chato e não será chato agora”, opinou.

Ecclestone admitiu ter sido pego de surpresa pela notícia do retorno de Schumacher. “Eu só acho que fiquei tão surpreso quanto Willi Weber. Ele não sabia que ele estava voltando”, comentou, em alusão ao empresário do piloto, que afirmou estar “200% certo” de que Schumi não retornaria à F-1. “Acho que foi Luca di Montezemolo [presidente da Ferrari] que o convenceu”, completou Ecclestone. Fonte: F-1 na Web – Flávio Augusto. Foto:Divulgação/Site oficial do piloto.