200 pilotos em busca de recordes na reta de 402 metros do Autódromo de Curitiba

12 de agosto de 2009

Cerca de 200 carros preparados vindos de todos os cantos do País devem fazer pegas emocionantes na reta de 402 metros do Autódromo de Curitiba, durante a Etapa Flash Power de Arrancada, que acontece nos dias 15 e 16 de agosto, das 9h às 17h30. A Etapa Flash Power vai ser a penúltima do Campeonato Paranaense. “É uma etapa decisiva. Os grandes nomes da arrancada do Brasil já confirmaram presença no evento. Devemos ter muitos recordes e os pilotos andando muito forte em busca do título”, diz o diretor da Força Livre, Eduardo Pereira (veja os recordes abaixo).

Os pilotos são divididos em 23 categorias de acordo com o regulamento da competição. Nesta etapa, além da premiação em dinheiro de R$ 300,00, a Força Livre Motorsport, em parceria com a Azul Linhas Aéreas, vai premiar todos os recordistas com duas passagens aérea para qualquer localidade que a empresa opera.

Cronograma

Na sexta-feira, os pilotos fazem os treinos-livres das 13h às 17h30. No sábado, os pilotos fazem duas largadas na reta de 402 metros e, no domingo, outras três. “A competição é contra o relógio. Vence o piloto que conquistar o tempo mais baixo dentro da sua categoria”, explica o diretor  da Força Livre Motorsport, Adalberto Monteiro, que organiza a competição desde 1992.

Ingressos:

Sábado (15)
Masculino: R$ 15,00 com acesso aos boxes
Feminino: R$ 5,00 com acesso aos boxes.
Domingo (16)
Masculino: R$ 15,00 na arquibancada
Feminino: R$ 5,00 com acesso aos boxes.
Credencial box masculina
Acesso a todos os dias – R$ 40,00
Acesso no domingo – R$ 30,00

Saiba mais sobre arrancada

Na arrancada, os carros largam dois a dois e aceleram em uma reta de 402 metros. Os competidores são divididos em 23 categorias, de acordo com o regulamento. Antes de largar eles fazem o aquecimento do pneus , chamado de burnout.

No pré-stage, o “pinheirinho” (espécie de farol, com várias luzes, que sinalizam aos competidores os ‘estágios’ pré-largada e partida em si) acende duas luzes amarelas de cada lado mostrando que os pilotos estão alinhados. “A partir deste momento é acionado o start pela cronometragem. São três luzes que descem no “pinheirinho”, em um intervalo de 300 milésimos de segundos, até que a luz verde acenda, começando a arrancada”, explica o coordenador de cronometragem da Força Livre Motorsport, Agno Oliveira. Vence o piloto que conseguir o menor tempo em sua categoria. Cada competidor arranca cinco vezes durante o final de semana, em busca do menor tempo possível. Foto:Murilo Bras./Divulgação.