Jovem Derani mostra maturidade em uma das provas mais competitivas e tensas da temporada 2009

30 de agosto de 2009

Mais jovem brasileiro a competir no exterior, o paulista Pipo Derani, de 15 anos, segue obtendo bons resultados para alguém que ainda faz sua temporada de estréia no automobilismo internacional. Neste sábado e domingo (29 e 30), em Most (República Tcheca), Derani completou outro bom fim de semana no Campeonato Norte-Europeu de Fórmula Renault ao obter, respectivamente, um sexto e um quarto lugares em condições bastante competitivas.

A prova disputada neste domingo foi uma das mais equilibradas e tensas da temporada, configurando um novo teste para o estreante brasileiro. Na largada, Pipo manteve o terceiro lugar, atrás apenas do português Antônio Felix da Costa e do dinamarquês Marco Sorensen. Mas já nos primeiros metros de prova o jovem Derani quase surpreendeu Sorensen, o que lhe daria o segundo lugar na corrida.

Mantidas as posições no início de prova, os quatro primeiros andaram sempre muito próximos até o final da corrida, sempre com a perspectiva de disputas por posição – o que realmente ocorreu ao longo da disputa. “Minha largada foi bem legal, e com um pouco mais de sorte talvez tivesse deixado o Sorensen para trás logo na primeira curva. Mas ele se defendeu bem e então achei melhor ficar na cola dele do que tentar algo que pudesse nos tirar da prova logo de cara”, ponderou Pipo. “E eu estava certo, por que os quatro primeiros, comigo incluso, mantiveram um ritmo bastante forte e parelho a prova toda, então foi muito legal ver que já estou na mesma tocada que eles e que posso trabalhar para manter esse ritmo até o final do ano”, explicou Derani, um novato que amadurece rapidamente a cada corrida.

O divisor de águas na competição deste domingo foi a entrada do safety car já na terceira volta. “Até então a pista estava muito boa, com bom grip (aderência). Mas com os acidentes no começo da prova muita terra foi jogada no traçado, e então mudou bastante a condição de pilotagem. Mas isso foi igual para todos, e o pelotão da frente continuou a andar forte. Só que agora com o ingrediente extra de termos trechos com menor aderência, o que deixou tudo mais interessante”.

O dinamarquês Kevin Magnussen, que vinha colado em Pipo na quarta posição, aproveitou a saída do safety car e as novas condições do traçado para pressionar o jovem brasileiro e assumir o terceiro posto. Mas Derani permaneceu no retrovisor de Magnussen, mantendo pressão até o final da corrida – enquanto se defendia, o dinamarquês também tinha em sua alça de mira os líderes Félix da Costa e Serensen. “Nossos carros tinham um desempenho muito parelho, então não era fácil de passar, apesar de eu ter ameaçado quando tive chance”, contou Derani. “No fim, essa foi uma corridaça, bem disputada do começo ao final”.

A vitória ficou com o português Antonio Félix da Costa, seguido por Sorensen, Magnussen, Derani e o finlandês Toomas Heikkinen. A próxima rodada dupla da temporada 2009 do Campeonato Norte-Europeu de Fórmula Renault acontece nos dias 19 e 20 de setembro, no circuito alemão de Nurburgring. Foto:Divulgação.