Henrique Lambert destaca adaptação na Fórmula 3

1 de setembro de 2009

Estrear num dos circuitos mais técnicos do país, com um carro que havia andado apenas um fim de semana e subir ao pódio. Parece roteiro fantasioso, mas foi exatamente isso o que aconteceu com o carioca Henrique Lambert (Titans Group/Oi FM) em sua passagem na temporada 2009 da Fórmula 3 Sul-americana. Após disputar apenas duas rodadas duplas, o competidor já alcançou um terceiro lugar no último fim de semana (29 e 30) em Santa Cruz do Sul (RS) e pontuou em três das quatro corridas que disputou. “Estou muito feliz por ter conseguido o apoio para disputar o campeonato. Foi um belo incentivo que está me ajudando a conseguir esses bons resultados”, afirma o piloto, que está entre os dez primeiros da competição.

Henrique Lambert estreou este ano na terceira rodada dupla do campeonato, disputada em sua terra natal. Na ocasião, ainda se adaptando à categoria, ele conseguiu um quinto lugar. “Aqui no Rio foi um fim de semana mais para eu conhecer, aprender e me adaptar ao carro, que eu nunca tinha guiado antes”, explica o titular da Razia Sports. Ainda que 2009 marque a estréia do chassi Dallara F309 na categoria, ao contrário de Lambert, os demais competidores já haviam disputado duas rodadas e tiveram toda a pré-temporada para se acostumar com o novo bólido.

No entanto, na etapa passada, a evolução de Henrique foi visível. Veloz desde os primeiros treinos, ele garantiu lugares de largada nas três primeiras filas e conseguiu um pódio na primeira corrida do fim de semana. “Essa corrida mostrou o quanto eu evolui. Como piloto, eu sempre busco pódios e vitórias, mas eu não esperava que viesse tão cedo”, conta. O resultado é ainda mais importante, pois esta foi a rodada mais disputada, com poles positions e vencedores diferentes do restante do ano. “Pena que na segunda corrida eu tive problemas. Mas estou muito satisfeito, não dá pra comparar o desempenho entre as duas rodadas que eu disputei. A melhora foi muito grande”, ressalta.

Lambert garante que o resultado ajudou a ele e a todos na Razia Sports. “Este pódio nos animou muito, nos deu confiança, porque foi um terceiro lugar de verdade, fui sempre um dos mais rápidos da pista e contra pilotos de alto nível e com mais experiência na categoria”, lembra. Ele acredita que o planejamento está dando resultado. “A cada volta que eu faço e a cada treino que eu participo, me sinto mais à vontade, me aproximo com mais rapidez dos limites do carro”, completa.

O piloto carioca está bastante entusiasmado para a continuação do campeonato. “Esse pódio foi um passo muito grande para eu alcançar a minha meta. Quero estar sempre competitivo e andar sempre entre os cinco primeiros até o fim do campeonato”, conclui o titular do Titans Group/Oi FM. Foto:Flávio Quick

Esta é a classificação do Campeonato Sul-americano de Fórmula 3 após oito etapas:
1 Leonardo Cordeiro (Cesário Fórmula), 57 pontos;
2 Cláudio Cantelli (Bassan Motorsport), 50;
3 Lucas Foresti (Cesário Fórmula), 41;
4 Yann Cunha (Razia Sports), 30;
5 Leonardo de Souza (Kemba Racing), 27;
6 Lu Boesel (Dragão Motorsport), 26;
7 Fernando Galera (Bassan Motorsport), 23;
8 Nilton Molina (PropCar Racing), 22;
9 Igor Veras (PropCar Racing), 17;
10 Henrique Lambert (Razia Sports), 13;
11 Henrique Martins (Cesário Junior), 3;
12 Lucílio Baumer (Baumer Racing), 2;
13 Raphael Abbate (Cesário Junior), 1 ponto.