Punição tira pódio de Adriano Buzaid em Portugal

13 de setembro de 2009

Durou pouco a festa de Adriano Buzaid na 18ª e antepenúltima etapa da temporada da Fórmula 3 Inglesa, disputada neste domingo (13), no circuito do Algarve, em Portugal. O brasileiro chegou em terceiro lugar na corrida vencida pelo inglês Max Chilton, mas pouco depois da comemoração foi chamado para conversar com os comissários: os dados mostravam que ele havia passado pela linha que abre a volta 0s001 à frente do inglês Henry Arundel na saída de um Safety Car. Pelas regras, esta ultrapassagem só poderia ser feita após a passagem deles pelo ponto de cronometragem.

Adriano Buzaid recebeu dez segundos de punição e caiu para 11º. “Foi uma pena porque são doze pontos que vão embora. Fiz uma prova inteligente, soube poupar pneus no início e, depois do último Safety Car, parti para cima do Henry (Arundel), que era o quarto, e do (Daniel) Ricciardo, que era o terceiro. Passamos lado a lado na reta e não esperava que a cronometragem apontasse que eu estava à frente dele antes da linha. Foi mesmo por pouco, na verdade foi bem estranho”, lamentou o piloto, de 21 anos de idade.

O brasileiro questionou a decisão dos comissários porque num caso parecido outro competidor foi apenas advertido. “Eles julgam caso por caso, com pesos diferentes. No meu, foram mais severos”, contou. Adriano Buzaid fez a corrida no sacrifício: horas antes, na 17ª etapa, sofreu um acidente que machucou seu calcanhar. Tocou rodas com outro piloto, o carro decolou e, quando caiu, ele sofreu a contusão, que apesar de não impedi-lo de correr incomodou bastante.

“Doía muito principalmente quando a adrenalina baixava, nos momentos de Safety Car”, revelou. Apesar do bom desempenho na outra prova, Adriano Buzaid espera evoluções por parte da T-Sport na rodada dupla que encerrará sua temporada de estreia na Fórmula 3 Inglesa, no dia 20 de setembro, em Brands Hatch, na Inglaterra. “Aqui, consegui andar bem porque preservei os pneus. Mas está claro que o carro precisa melhorar, principalmente nos treinos”, concluiu.

O dez primeiros no campeonato após 18 de 20 etapas
1 Daniel Ricciardo (AUS), 240 pontos
2 Renger van der Zande (HOL), 179
3 Walter Grubmuller (AUT), 168
4 Max Chilton (GBR), 135
5 Riki Christodoulou (GBR), 103
6 Adriano Buzaid (BRA), 100
7 Daisuke Nakajima (JAP), 86
8 Carlos Huertas (COL), 84
9 Henry Arundel (GBR), 84
10 Nick Tandy (GBR), 68

Foto:Jakob Ebray/Divulgação.