Adalberto Jardim será companheiro de Djalma Fogaça na Ford Racing Trucks

15 de setembro de 2009

Categoria mais popular do automobilismo brasileiro, a Fórmula Truck alcança mais um marco em sua história. No próximo domingo (20/09), seus pesados caminhões disputam a sétima etapa da temporada em Buenos Aires , na Argentina. Será a primeira corrida fora do Brasil em 14 anos de história. “É a realização de um sonho do Aurélio (Batista Félix), que sempre quis levar a categoria para o exterior. É um passo muito grande para a Fórmula Truck”, afirma o experiente piloto Djalma Fogaça (Ford Racing Trucks), que soma mais de cem corridas na competição. A prova terá transmissão ao vivo da TV Bandeirantes a partir das 13h.

Djalma Fogaça acredita que essa primeira experiência no exterior tem tudo para ser um sucesso. “Mesmo estando anos-luz a nossa frente em termos de organização no automobilismo, não tem uma categoria como essa por lá. Vai ser importante para nós e para os argentinos”, explica. O sorocabano garante que a expectativa dos “hermanos” é muito alta. “As notícias dizem que eles estão bastante animados. Acho que os argentinos vão ficar loucos quando nossos caminhões rasgarem pela reta”, comenta.

Piloto com mais de 25 anos de história no automobilismo, Fogaça volta à Argentina após 12 anos, quando participou de uma prova de Superturismo em 1997. “Eu tenho que encarar a corrida como outra qualquer. Como quase ninguém tem informações, pode ser que algumas equipes levem alguma vantagem inicial, e a nossa pode ser uma delas”, completa o titular da DF Motorsport.

Para esta corrida, será usado o traçado número oito do autódromo Oscar y Juan Galvez, com 3.380 metros . “Nunca andei neste traçado, mas ele parece ser de alta velocidade. Talvez possamos levar vantagem nas curvas de média velocidade e nas freadas fortes”, aposta o sorocabano. No entanto, ele prefere ter certa cautela. “Mas isso é na teoria. Na hora vamos ver se é isso mesmo”, conclui o piloto da Ford Racing Trucks.
A corrida argentina trará uma mudança na equipe DF Motorsport. O paulista Adalberto Jardim substituirá nesta etapa o também paulista Urubatan Helou Jr e será o companheiro de Djalma Fogaça. “O Jardim é um piloto experiente e que fez um excelente trabalho na última corrida. Acho que poderemos formar uma dupla muito forte”, avalia o “Caipira Voador”.

O piloto que soma três pódios na categoria está contente em fazer parte do time. “Estou muito feliz com a oportunidade de correr por uma equipe competente, de ponta, e ao lado de um piloto com o gabarito do Fogaça”, afirma Adalberto Jardim.

Ele inclusive já conheceu o Ford Cargo que vai acelerar na Argentina. “Fizemos um teste e iremos levar algumas modificações que acreditamos que pode melhorar o desempenho do Ford Cargo. Acho que podemos surpreender”, conta. Fotos:Silvio Porto/Marcelo Proveslo/Divulgação.

Confira a classificação da Fórmula Truck após seis etapas:
1 Valmir Benavides, 128 pontos;
2 Felipe Giaffone, 109;
3 Roberval Andrade, 93;
4 Wellington Cirino, 80;
5 Renato Martins, 70,
6 Geraldo Piquet, 69;
7 Djalma Fogaça, 54;
8 Vignaldo Fizio, 42;
9 Beto Monteiro, 37;
10 Danilo Dirani, 31;
11 Fabiano Brito, 27;
12 Fred Marinelli, 27;
13 Adílson Cajuru, 25;
14 João Maistro, 20;
15 Pedro Muffato, 17;
16 Leandro Reis, 14;
17 José Cangueiro, 14;
18 Débora Rodrigues, 14;
19 José Maria Reis, 7;
20 Adalberto Jardim, 5;
21 Gastón Mazzacane, 5;
22 Urubatan Helou Jr., 5;
23 Régis Boéssio, 4.

Visite www.dfmotorsport.com.br