Equipe Volkswagen pretende ratificar liderança na Argentina

18 de setembro de 2009

A Fórmula Truck disputa neste domingo a sua primeira corrida fora do Brasil, no tradicional circuito Oscar Valdez em Buenos Aires, Argentina. A liderança do campeonato é da Volkswagen, com 318 pontos, contra 196 da segunda colocada. Entre os pilotos, os dois primeiros lugares também são da Volkswagen, com Valmir Benavides tendo 128 pontos e Felipe Giaffone com 109, ambos guiando o caminhão Volkswagen Constellation.

“É muito bom chegar na Argentina como líder do campeonato. Mas nossa preocupação é continuar mantendo estes bons resultados, ainda mais em uma etapa histórica como esta”, diz Benavides, também conhecido por Hisgué (Foto: Caminhão 02).

Apesar da ponta na tabela, ele garante que ainda não faz conta pensando no campeonato – depois da etapa argentina, restarão mais três provas para definir o campeão de 2009. “A diferença de pontos é pequena para os outros. Eu quero é buscar meu lugar no pódio e, claro, somar o melhor resultado para terminar o ano em primeiro”, comenta Hisgué, que tem como retrospecto neste ano uma vitória, um segundo, dois terceiros e um quarto lugares.

A briga interna com seu companheiro de equipe na Volkswagen também é atração deste final de semana histórico da F-Truck, que correrá no mesmo final de semana que a popular Top Race, que esteve em Interlagos junto da categoria brasileira no último dia 19 de julho. Agora é a vez da categoria de caminhões correr em Buenos Aires, onde são esperadas mais de 50 mil pessoas nas arquibancadas.

“Será um evento histórico e todo piloto sonha em participar de momentos marcantes do automobilismo, por isso me sinto realizado com a corrida deste final de semana”, diz o experiente Felipe Giaffone. A expectativa é de um bom resultado para o time que lidera o campeonato, embora o piloto e também chefe de equipe Renato Martins (Volkswagen) alerte para a proximidade dos adversários nesta etapa em especial.

“Em Buenos Aires, há muitas opções de traçado e o que a Truck vai utilizar é o de 3.380 metros de extensão, com uma largura que possibilita ultrapassagens e duas retas onde os F-Truck devem andar acima de 200 km/h. A briga será bem acirrada entre os caminhões de motor 9 litros e os de 12 litros, que levam vantagem nas retas longas”, explica Renato Martins, bicampeão da Truck e maior vencedor da categoria, com 27 vitórias.

Quem também está bem animada com a primeira exibição da Truck fora do Brasil é a única mulher a pilotar na categoria, Debora Rodrigues, também da equipe Volkswagen. “O público argentino é fanático por corridas e certamente vai adorar a nossa categoria. O barulho dos caminhões vai empolgar nas arquibancadas e espero um resultado bom para premiar todas as mulheres, afinal, agora também vou representar as argentinas na Truck”, diz Débora.

A sétima etapa da F-Truck será disputada em Buenos Aires a partir de sexta-feira, com a realização dos primeiros treinos livres. A corrida será no domingo, às 13h, com transmissão ao vivo da Band. Fotos:orlei Silva/Divulgação.