Felipe Giaffone completa quarta vitória na temporada

20 de setembro de 2009

Felipe Giaffone (Volkswagen) volta a vencer na F-Truck, marcando sua quarta vitória nesta temporada, sétima etapa válida pelo campeonato brasileiro no Autódromo Juan e Oscar Galvez em Buenos Aires, Argentina.

Com um público de aproximadamente 60 mil pessoas, o Racing Day da F-Truck e Top Race, categoria de turismo argentina, foi um sucesso de público e organização com grande repercussão entre os jornalistas argentinos que ficaram surpresos com o nível de espetáculo mostrado pela categoria brasileira de caminhões. Para o público a velocidade alcançada na reta dos boxes causava aplausos a cada volta em que passava o pelotão com o barulho característico de competições automobilísticas. “A F-Truck impressionou muito a todos nós jornalistas pela organização, tecnologia avançada e competitividade como uma categoria multi marcas”, disse o jornalista Manuel Sierra da Autoradiosport, uma das rádios mais tradicionais na cobertura de automobilismo na Argentina. Os cinco primeiros colocados agradeceram aos jornalistas na coletiva e devolveram com elogios pelo nível de cultura automobilística mostrada pelo povo argentino. “Ficamos emocionados pelos aplausos de arquibancadas super lotadas na apresentação dos pilotos”, disse Fabiano Brito, quinto colocado. “O automobilismo argentino é muito rico, com um nível profissional impressionante. Talvez a Argentina não tenha hoje um representante nas categorias de ponta porque no seu próprio país o piloto vive do automobilismo”, completou o vencedor da prova Felipe Giaffone.

Mesmo com mais uma vitória no ano Giaffone ainda não conseguiu superar seu companheiro de equipe Valmir Benavides na tabela de classificação, que subiu ao pódio mais uma vez em segundo e lidera o campeonato com 151 pontos contra 138 de Felipe Giaffone.

Logo na primeira volta Felipe Giaffone (Volkswagen) assumiu a vice-liderança da prova e manteve o ritmo forte do pole position Roberval Andrade (Scania). Com maior potencia de motor Roberval conseguia manter uma pequena vantagem, mas a custa de andar sempre no limite. Um pouco mais distante, na terceira colocação aparecia o atual líder do campeonato Valmir Benavides (Volkswagen) que também havia superado o paranaense Wellington Cirino (Mercedes) na primeira volta.

Com 11 voltas realizadas, foi acionada a bandeirada programada com os cinco primeiros colocados marcando pontos: Roberval Andrade, Felipe Giaffone, Valmir Benavides, Wellington Cirino e Beto Monteiro (Iveco). Foi exatamente nesta volta que Roberval Andrade pagou o preço de andar no limite com o turbo estourado. Perdeu a liderança da prova entrando para os boxes depois de dar mais uma volta com labaredas e tufos de fumaça. Em uma operação heróica de seus mecânicos, a equipe conseguiu trocar o turbo em apenas quatro minutos no momento da bandeira amarela. Roberval voltou em último e terminou a prova em 11º com três voltas atrás do líder, marcando 10 preciosos pontos na sua luta pelo campeonato. Ele continua em terceiro no campeonato com 103 pontos.

Na relargada após a bandeirada programada, Wellington Cirino chegou a reassumir o segundo lugar, mas não conseguiu contornar a curva 1 e voltou à quarta posição, agora atrás de Beto Monteiro em terceiro, com Benavides em segundo e o novo líder Giaffone. Na quinta colocação Geraldo Piquet pressionava os ponteiros depois de ter largado na 12ª posição. Na 16ª volta ele herda duas posições com o choque de Wellington Cirino e Beto Monteiro na briga pela terceira posição. Os dois pilotos ficaram fora da prova com avarias grandes em seus caminhões. O que pareceu um acidente de corrida causou acusações mútuas e declarações se esquivando de qualquer culpa.

Com a segunda bandeira amarela na prova e uma nova relargada, os Volkswagen passaram dominar a etapa argentina da F-Truck. Giaffone e Benavides na frente e Renato Martins em quinto com Fabiano Brito (Volvo) e Geraldo Piquet (Mercedes) na sua frente. Após algumas voltas Renato Martins ganharia a quarta posição de Brito garantindo de vez o pódio com três caminhões Volkswagen. Foto:Orlei Silva/Divulgação.

A classificação do campeonato após 7 etapas ficou a seguinte:

1 Valmir Benavides, 151 pontos; 2 Felipe Giaffone, 138 pts.; 3 Roberval Andrade, 103 pts.; 4 Geraldo Piquet, 86 pts.; 5 Renato Martins, 84 pts.; 6 Wellington Cirino, 82 pts.; 7 Djalma Fogaça, 54 pts.; 8 Vignaldo Fizio, 48 pts.; 9 Fabiano brito, 39 pts.; 10 Beto Monteiro, 38 pts.; 11 Fred Marinelli, 35 pts.; 12 Danilo Dirani, 31 pts.; 13 Adilson Cajuru, 25 pts.; 14 João Maistro, 20 pts.; 15 José Cangueiro, 19 pts.; 16 Pedro Muffato e Débora Rodrigues, 17 pts.; 18 Adalberto Jardim, 15 pts.; 19 Leandro Reis, 14 pts.; 20 Regis Boessio, 11 pts.; 21 José Maria Reis, 8 pts.; 22 Gaston Mazzacane e Urubatan Helou Jr, 5 pts. e 24 Diumar Bueno, 2 pontos.

Campeonato de marcas: 1) Volkswagen, 384 pontos; 2) Mercedes-Benz, 226 pts.; 3) Scania, 146 pts.; 4) Volvo, 103 pts.; 5) Iveco, 98 pts. e 6) Ford, 79 pontos.

A oitava etapa do Campeonato Brasileiro de F-Truck está marcada para dia 25 de outubro na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul.