Sérgio Jimenez vence em sua estréia na Copa Vicar

20 de setembro de 2009

O piloto paulista Sérgio Jimenez não tem do que reclamar da Stock Car. Afinal, ele fez sua estreia na divisão de acesso da Copa Nextel Stock Car da melhor maneira possível: andou na frente, fez a pole e venceu a quinta etapa de ponta a ponta, confirmando sua grande qualidade técnica. Sérgio, da Scuderia 111 (Chevrolet), completou as 25 voltas no Autódromo Internacional Nelson Piquet com o tempo de 41min17seg983. O segundo lugar ficou com Felipe Lapenna, da Full Time Junior Team (Peugeot), com 21min18seg250, enquanto Júlio Campos, da Carlos Alves Competições (Peugeot), completou o pódio, 41min23seg193. A próxima etapa da Copa Vicar será no dia 4 de outubro, em Campo Grande (MS).

No Rio de Janeiro, a Copa Vicar voltou a ser destaque, com suas disputas acirradas pelas primeiras colocações. Mas a etapa do Rio ficará marcada pelo excelente desempenho de Sérgio Jimenez. Depois de aproveitar os treinos de sexta-feira para conhecer melhor o carro, ele surpreendeu a todos com a pole da quinta etapa e com a vitória incontestável. Sem dúvida, a divisão de acesso da principal categoria do automobilismo nacional ganhou um importante reforço.

“Foi muito bom estrear na categoria com pole e vitória, mais uma vez agradeço a todos que me apoiaram nesse novo desafio”, afirmou o vencedor, que esteve correndo no exterior até 2008, passando pela GP2 A1 GP, entre outras. Sobre a rápida adaptação, ele brincou dizendo que carros são todos iguais. “Carro de corrida é carro de carro, então a adaptação foi muito positiva”, destacou.

Com relação à continuidade na Copa Vicar, ele disse que precisa ver como as coisas ficarão, mas está seguro de ter feito o que era preciso. “Eu tinha um tiro e esse tiro foi dado no centro do alvo. Mas amanhã é outro dia e vamos ver o que acontece”, finalizou Sérgio, que não sabe se correrá na próxima etapa.

Felipe Lapenna, segundo colocado, ressaltou que fez uma prova mais segura, pensando nos pontos da classificação. “O campeonato está muito competitivo, a categoria tem bons pilotos na disputa e exige muito trabalho das equipes. Não quis arriscar com ultrapassagens para não ficar de fora da disputa, o objetivo agora é pontuar”, declarou. Foto:Luca Bassani/Divulgação.

Resultado da quinta etapa da Copa Vicar:

1º) 73 – Sergio Jimenez (Chevrolet, SP), 25 voltas em 41:17.983 (média de 121,16 km/h)
2º) 10 – Felipe Lapenna (Peugeot, SP), a 0.266
3º) 99 – Julio Campos (Peugeot , PR), a 5.209
4º) 13 – André Bragantini (Peugeot , PR), a 5.415
5º) 17 – Eduardo Berlanda (Peugeot , SP), a 11.526
6º) 22 – Rafael Daniel (Peugeot , SP), a 13.760
7º) 12 – Leonardo Vital (Peugeot , SP), a 13.998
8º) 16 – Afonso Bastos (Peugeot , SP), a 14.032
9º) 8 – Diogo Pachenki (Chevrolet , PR), a 17.298
10º) 25 – Renato Jader (Peugeot , SP), a 18.799
11º) 62 – Renato Russo (Peugeot , SP), a 19.099
12º) 43 – Cássio H de Melo (Chevrolet , SP), a 24.581
13º) 31 – Italo Silveira (Chevrolet , MG), a 25.238
14º) 23 – Marco Cozzi (Chevrolet , SP), a 25.679
15º) 46 – Lucas Molo (Peugeot , RJ), a 26.270
16º) 98 – Marcelo Tomasoni (Peugeot , SP), a 29.233
17º) 69 – Tiago Gonçalves (Peugeot , SP), a 32.864
18º) 18 – Rodrigo Navarro (Peugeot , SP), a 43.702
19º) 92 – Renato Rattes (Chevrolet , SP), a 1:24.790
20º) 24 – Alan Hellmeister (Peugeot , SP), a 1 volta
21º) 44 – Daniel Pflaumer (Chevrolet , SP), a 2 voltas
22º) 14 – Diego Freitas (Peugeot , BA), a 5 voltas
23º) 3 – Leonardo Medrado (Peugeot , RJ), a 6 voltas
24º) 90 – Eduardo Leite (Peugeot , SP), a 8 voltas
25º) 21 – Lucas Finger (Chevrolet, SP), a 8 voltas
26º) 28 – Galid Osman (Peugeot , SP), a 11 voltas
27º) 26 – Wellington Justino (Chevrolet , GO), a 12 voltas
28º) 11 – Pedro Boesel (Chevrolet , PR), a 17 voltas
29º) 6 – Juliano Moro (Chevrolet , SP), a 20 voltas
30º) 54 – Murillo Macedo (Peugeot , SP), a 21 voltas

Melhor Volta: Sergio Jimenez, 1:24.878 (141,49 km/h)