Campeonato equilibrado marca atual temporada do Itaipava Trofeo Maserati

23 de setembro de 2009

Diferença entre o líder do campeonato, Cleber Faria, e Edu Guedes e Bruno Garfinkel, que estão empatados em quinto lugar, é de apenas 19 pontos.

O Itaipava Trofeo Maserati é um campeonato feito para que o equilíbrio seja a principal característica. Com carros iguais, o principal diferencial na disputa é o piloto, diferente de outras categorias do automobilismo onde o modelo, mesmo tendo o mesmo tipo de chassi e motor, conta mais do que a habilidade da peça que fica entre o volante e o banco.

A classificação da atual temporada mostra exatamente isso. O piloto do Itaipava Racing Team Cleber Faria lidera o campeonato com 67 pontos, apenas três a mais que o segundo colocado e vencedor da última etapa em Interlagos, André Posses. Companheiro de Faria, Pedro Queirolo aparece em terceiro com 60 pontos conquistados.

“O principal sobre esta disputa pelo título é ver como a categoria é disputada. Há um equilíbrio de equipamento, alguns pilotos são muito rápidos, mas tiveram azar no começo da temporada, como o Renan (Guerra) e o Cláudio (Dahruj). O Bruno (Garfinkel), o Edu (Guedes)… enfim, todo o pessoal está andando muito bem. O título só deve ser decidido na última etapa, pela diferença de pontos. Mesmo com um piloto ganhando as próximas corridas, não é suficiente, pois tem que contar com o azar dos outros. Para a corrida do Rio de Janeiro, pretendo trabalhar para o carro não quebrar, ter sorte de não me envolver em acidentes e terminar bem a prova. A minha parte é trabalhar no acerto para conseguir ser rápido”, declarou Queirolo, dono de duas vitórias na temporada.

Na quarta posição está a dupla formada por Cláudio Dahruj e Renan Guerra. Os pilotos venceram a etapa de Londrina, terminaram em segundo lugar a última etapa em São Paulo e têm 52 pontos na tabela. Logo atrás aparecem Edu Guedes e Bruno Garfinkel, empatados com quatro pontos a menos que a dupla da Scuderia 111.

Faltando três etapas (Rio de Janeiro, Curitiba e São Paulo) para o fim da temporada, a disputa pelo título promete pegar fogo. “Não tem muito o que fazer, é partir para cima do Cleber (Faria). Ainda temos mais três corridas até o fim da temporada. Acho que posso andar muito bem na próxima etapa no Rio de Janeiro. Estou confiante. Ainda tem muita coisa para acontecer no campeonato”, afirmou o segundo colocado André Posses.

Para o quinto colocado Bruno Garfinkel, as duas próximas corridas podem trazer muitas surpresas, mas garante que a melhor tática é “partir para cima”. “O campeonato está muito equilibrado. É sempre animada a disputa entre a gente dentro da pista, mas também sempre com muito respeito. A corrida do Rio de Janeiro é uma novidade para todo mundo e a etapa de Curitiba foi disputada com chuva, o que atrapalhou a maioria dos pilotos, mas o Cleber (Faria) andou muito bem. Estas duas provas são loteria e depois vem São Paulo. A minha tática é tentar não bater na classificação, como aconteceu na última corrida em São Paulo, apertar o pedal da direita e nem olhar no retrovisor para andar mais rápido”, disse o descontraído Garfinkel.

Renan Guerra divide o cockpit do Maserati número 37 com Cláudio Dahruj. Os dois venceram a etapa de Londrina e estão na quarta posição no campeonato, 15 pontos atrás de Cleber Faria. Para Guerra, a vitória no Paraná e o segundo lugar na última etapa em Interlagos colocaram a dupla novamente na disputa.

“Depois desses dois bons resultados a gente agora voltou a ter esperança pelo título. O que atrapalhou a gente foram as duas corridas em Curitiba e em São Paulo, nas quais não pontuamos, mas agora temos a esperança de sermos campeões, mas para isso temos de pontuar bem. Já andei no Rio de Janeiro e gosto da pista, tenho certeza de que se a equipe conseguir acertar bem o carro, a gente tem chance de andar entre os três primeiros e brigar pelo campeonato”, analisou.

A disputa em Jacarepaguá e pelo título da temporada promete ser muito acirrada. Foto:Fernanda Freixosa/Divulgação.

Confira a programação do Itaipava Trofeo Maserati no Rio de Janeiro:

SEXTA-FEIRA (25/9)
10h05 – 10h45: 1º treino livre
12h15 – 12h55: 2º treino livre
14h15 – 14h55: 3º treino livre
16h25 – 17h05: 4º treino livre

SÁBADO (26/9)
10h05 – 10h45: 5º treino livre
14h05 – 14h25: Treino Classificatório Q1
14h35 – 14h50: Treino Classificatório Q2

DOMINGO (27/9)
09h10 – 09h25: treino de aquecimento
13h40: largada 7ª etapa