Vitte volta a vencer em momento decisivo no campeonato

28 de setembro de 2009

Faltando duas etapas para o final, Vitte abre 16 pontos para Edson do Valle, que hoje terminou em quarto lugar.

Com calor intenso e bom público nas arquibancadas do autódromo de Jacarepaguá, José Vitte liderou de ponta a ponta a sexta etapa da Copa Renault Clio e chegou à sua terceira vitória na temporada 2009. Em segundo lugar ficou o piracicabano Rodolfo Pousa, com Wagner Cardoso fechando os três primeiros. Vice-líder do campeonato, o goiano Edson do Valle foi o quarto colocado, seguido de Rolf Gemperli e do carioca Ulisses Silva em sexto.

Assim que a largada foi autorizada, Rodolfo Pousa sabia que uma vitória aumentaria suas chances no campeonato. Portanto, partiu para cima do pole José Vitte. No entanto, todos os pilotos sabiam que o calor seria um forte inimigo durante a prova. “Ataquei antes e depois do safety car, mas os freios se desgastaram muito e o melhor foi manter a posição”, contou Pousa, depois de revelar que suas pastilhas de freio tinham se acabado por completo. “Eu já estava quase sem freios”, disse.

A ordem dos cinco primeiros na entrada programada do carro de segurança foi a mesma do final da corrida. Contudo, não foi por falta de tentativa que as posições não se inverteram. Pousa atacava Vitte, e depois da relargada passou a ser pressionado por Wagner Cardoso. “Tudo que eu tirava de desvantagem durante toda a volta perdia no final da reta. Meu carro estava muito dianteiro (escapando de frente), e agora vamos entender o que aconteceu”, afirmou Cardoso.

Logo atrás, Edson do Valle lutava para manter a quarta posição, defendendo-se das investidas de Rolf Gemperli. Por causa dessa disputa, quem estava mais atrás chegou na dupla. Foi o caso do carioca Ulisses Silva, que passou a pressionar Gemperli e conseguiu a ultrapassagem a cinco voltas do final na Curva Sul. Três giros mais tarde, no entanto, o piloto do carro número 1 reconquistou a quinta posição passando o adversário por fora na primeira curva do circuito.

José Vitte comemorava muito após receber a bandeira quadriculada. “Estava muito calor, mas a corrida foi ótima. O (Rodolfo) Pousa me atacou na parte inicial da corrida, mas depois todo mundo passou a sofrer desgaste com o calor. Então consegui abrir alguma margem para administrar o ritmo no final”, lembrou. “Dava para ouvir o barulho da torcida nas arquibancadas quando a gente passava pela reta oposta”, destacou o piloto da W Racing.

Para Vitte, a vitória não poderia ter chegado em melhor hora. “A duas corridas do fim do campeonato, esse resultado veio no momento essencial para mim. Isso me dá uma certa tranqüilidade para continuar o trabalho para a próxima etapa, que vai ser na cidade que é a sede da nossa equipe”, disse o rioclarense, que chegou ao Rio de Janeiro com apenas um ponto de vantagem para Edson do Valle e parte para Curitiba, no dia 1º de novembro, com 16 à frente do goiano. Fotos: Fernanda Feixosa/Divulgação.

Confira o resultado da sexta etapa da Copa Renault Clio:

1º José Vitte (SP), 25 voltas em 39min37s349 (média de 116,10 km/h)
2º Rodolfo Pousa (SP), a 4s370
3º Wagner Cardoso (SP), a 9s215
4º Edson do Valle (GO), a 14s208
5º Rolf Gemperli (SP), a 14s387
6º Ulisses Silva (RJ), a 14s762
7º Rodrigo Rocha (RJ), a 16s892
8º Claudio Zanotto Jr (MT), a 18s425
9º Cesare Marrucci (SP), a 29s870
10º Marcelo Costa (RJ), a 31s659
11º Ydenis de Souza (SP), a 42s785
12º Roberto Santos (SP), a 55s356
13º Carlos Victorino (RJ), a 1 volta
14º Fabio Silva (RJ), a 7 voltas
15º Marco Eckart (RJ), a 12 voltas
16º Robival Silva Jr (RJ), a 12 voltas
17º Luciano Silva (RJ), a 14 voltas
Melhor Volta: José Vitte, 1min29s113 (123,90 km/h)

Fonte: CRONOMAP Timing/www.cronomap.com.br

Confira a classificação do campeonato após seis corridas disputadas:

1- José Vitte – 109 pontos
2- Edson do Valle – 93
3- Rodolfo Pousa – 86
4- Rolf Gemperli – 82
5- Wagner Cardoso – 72
6- Carlos Rocha – 28
7- Cesare Marrucci – 21
8- Ulisses Silva – 19
9- Luciano Kubrusly – 17
10- Ydenis de Souza – 16
11- Claudio Zanotto Jr – 8
12- Roberto Santos – 7
13- Willians Farias e Fabio Delamuta – 6
15- Raulino Kreis Jr e Rodrigo Rocha, 4
17- Peter Gottschalk e Almir Morales – 3
19- Marcelo Costa, 1