Stock Car: Átila Abreu quer entrar na Superfinal entre os três primeiros

30 de setembro de 2009

Mais do que uma vaga na Superfinal. É com este pensamento que o sorocabano Átila Abreu  vai para a oitava etapa da Copa Nextel Stock Car, que será disputada domingo (04/10), em Campo Grande (MS). “Vou atrás de um lugar no pódio para entrar na Superfinal entre os três primeiros e ampliar minha chance de ser campeão”, afirma o piloto mais jovem da principal categoria do automobilismo brasileiro (22 anos).

No ano passado Átila Abreu (Agecom/3M/Zinco Jeans Wear/Roca Cesta Básica/Arroz Alibabá/Sascar/Colonial Rodas) conseguiu um terceiro lugar na pista sul-mato-grossense, com uma ultrapassagem na última curva sobre Pedro Gomes, garantindo seu primeiro pódio na Stock Car. A corrida acontece às 11h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pela TV Globo, dentro do programa Esporte Espetacular.

Praticamente classificado entre os 10 mais bem colocados que disputarão o título na parte final da temporada, Átila Abreu prevê roteiros diferentes para os 17 pilotos que ainda possuem chances matemáticas de avançar à Superfinal. “São quase vinte pilotos ainda na briga, mas muitos têm chances bem pequenas. Enquanto quem está em cima vai com mais cautela, outros vão pro tudo ou nada, pois não tem nada a perder”, aposta.

Átila espera que essa corrida seja ainda mais disputada do que as demais. “Acho que ela tem tudo para ser tão equilibrada quanto todas as outras, mas acho que vai ser mais emocionante. Muita gente vai atacar e tende a ser ainda melhor”, explica o titular da Agecom/3M/Zinco Jeans Wear/Roca Cesta Básica/Arroz Alibabá/Sascar/Colonial Rodas.

Outro fator importante na luta pelo título é pontuar no treino classificatório, onde o pole ganha três pontos, o segundo colocado dois e o terceiro um ponto. “Os pontos do treino classificatório são mantidos na Superfinal, então, largar na primeira fila pode fazer a diferença no fim do campeonato”, conta.

Na Superfinal, os 10 mais bem colocados disputam o título nas quatro provas finais. Além dos pontos somados nos treinos classificatórios, os pilotos ganham 200 pontos mais uma pontuação equivalente ao resultado de uma corrida, de acordo com sua colocação no campeonato. Assim, o líder começa com 225 pontos, o segundo colocado com 220 e assim sucessivamente, até o décimo que inicia a briga pelo título com 206 pontos. Foto:Divulgação.