Azevedo/ Haddad e Salvini/Weidner sobram na abertura do Rally dos Bandeirantes

11 de outubro de 2009

A primeira etapa do Campeonato Paulista de Rally Cross Country teve muita disputa na manhã deste sábado, em Taubaté. Com alto grau de dificuldade para as 36 equipes inscritas no Rally dos Bandeirantes, sendo 32 carros e quatro caminhões. E quem levou a melhor nos carros, e abriu vantagem no Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country, foi a dupla da Petrobras Lubrax, Jean Azevedo/Youssef Haddad, com o tempo total de 01h57m26s8. Já entre os pesos-pesados, o trio da Salvini Racing, Guido Salvini/Weidner Moreira/Fernando Chwaigert, a bordo do Mercedes-Benz Atego fez bonito e venceu as duas especiais do dia.

Para o primeiro, dos três dias de disputa, os competidores tiveram que encarar duas especiais (voltas) de 65 quilômetros cada, entre as fazendas de N. S. Glória, Gaspar e Conceição – Rodovia Ayrton Senna – Taubaté / Caçapava Velha. Após obter o melhor tempo nas duas especiais deste sábado, Azevedo e Haddad abriram vantagem no brasileiro, e iniciaram com pé direito a briga pelo título do RallySP.

“Foi uma prova muito boa, tivemos cautela nos momentos certos, já que a pista era bastante mista, a gente tinha que medir o que fazer de acordo com o traçado. Mas acho que nos saímos bem. A segunda especial foi mais tranqüila. Tentamos fazer uma prova limpa, de olho no número de pontos”, declarou Azevedo, que mantém atenção para as duas próximas etapas. “Mas temos que pensar em um passo de cada vez, não dá pra comemorar nada ainda”, analisou o piloto que pode sair com o título antecipado do Brasileiro Cross Country conforme combinação de resultados.

Muito satisfeito com a prova, Haddad fez questão de elogiar o nível da competição. “Foi uma prova de verdadeiro cross-country, com trechos muito perigosos, mas a planilha estava perfeita. Nossa estratégia é pensar em um dia de cada vez, abrimos uma vantagem, mas amanhã zera tudo, o resultado final será uma soma dos três dias”, afirmou o navegador que completa, “O carro está ótimo, acredito que a etapa exigiu menos do carro, e muito mais do piloto e navegador”, finalizou.

Muita disputa na segunda e terceira colocação entre os carros. Segundos separaram as duplas Jean Azevedo e Youssef Haddad (Protótipos), 01h57min26; Roberto Reijers e Rogério Almeida (Protótipos), 01h59min03; Hugo Rodrigues e Kaike Bentivoglio (Protótipos), 01:59:09,3.

Das quatro equipes que largaram pela manhã na primeira especial, apenas duas conseguiram completar a volta, e largar para a segunda bateria do dia: Guido Salvini/Weidner Moreira e Felício Bragante/Ricardo Costa. E ao final do dia, a vitória ficou com a Salvini Racing, que mesmo após ficar sem o pára-brisa de seu Mercedes que quebrou na primeira especial, conseguiu fazer o melhor tempo da etapa, assumir a liderança do brasileiro, e abrir vantagem na primeira prova do paulista.

“Entramos nessa competição para vencer, e assim fizemos. Era muito importante conquistar o primeiro lugar para reassumirmos a liderança do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country. Entretanto, ainda restam mais duas etapas para consolidarmos essa posição. Amanhã adotaremos o mesmo ritmo de disputa, sem aliviar para os nossos concorrentes”, disse Guido Salvini.

PRIMEIRA VEZ NO PAULISTA

Com provas bem técnicas e de alto nível de dificuldade, o RallySP costuma atrair duplas de todo o país. Em Taubaté, teve a estreia de algumas equipes, que resolveram encarar o desafio e estrear no campeonato. É o caso da dupla paulista, #276, que saiu do rali de regularidade direto para a prova paulista. “Resolvemos participar da prova para ganhar experiência no cross-country. A prova de hoje exigiu muita atenção de piloto e navegador. A pista estava bem perigosa, mas nós gostamos bastante”, afirmou o piloto Rogério Miranda. Já o navegador Damon Alencar, afirma que tinha apenas uma ideia da dificuldade que iria enfrentar. “A prova é bem diferente do que estamos acostumados, com referências bem próximas e trechos de muita quebradeira. Já tínhamos ouvido falar das dificuldades, e comprovamos hoje”, disse.

Resultado geral do primeiro dia do 7º Rally dos Bandeirantes:
* 1ª etapa da Copa RallySP Cross Country e 8ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

1º) 201 – Jean Azevedo / Youssef Haddad, Prot, 01:57:26,8
2º) 209 – Roberto Reijers / Rogério Almeida, Prot, 01:59:03,1
3º) 228 – Hugo Rodrigues / Kaike Bentivoglio, Prot., 01:59:09,3
4º) 282 – Marcos Moraes / Du Sachs, Prot., 02:00:47,3
5º) 253 – José Jorge Sawaya / André Sawaya, SPD, 02:01:44,5
6º) 242 – Roberto Correa / Rodrigo Khezam, SPD, 02:04:32,9
7º) 236 – Gustavo Moretti / Neurivan Calado, Prot., 02:04:36,2
8º) 215 – Richard Vaders / José Spacassassi, Prot., 02:06:16,6
9º) 222 – Paulão Lima / Paulo Bomba, SPD, 02:06:49,4
10º) 219 – Luiz Facco / Alessandro Fabrício, SPD, 02:06:49,5
11º) 271 – Rogerio Rode / Fábio Pedroso, Prod, 02:09:10,6
12º) 285 – Marcos Kffuri / Rodrigo Czech, Prod, 02:13:28,2
13º) 269 – Pedro Prado Filho / Patrick Prado, Prod, 02:14:50,1
14º) 257 – Marcelo Carqueijo / Roberlena Moraes, Prod, 02:15:20,2
15º) 281 – Ilo Diehl dos Santos / Ewerton Khoury, SPD, 02:15:43,0
16º) 261 – Alessandro Tozoni / Fabio Peralli, Prod, 02:16:34,5
17º) 276 – Rogério Miranda / Damon Alencar, SPD, 02:17:54,0
18º) 227 – Paulo Pichini / Kleber Cavalcanti, Prot, 02:19:44,3
19º) 403 – Guido Salvini / Weidner Moreira, Caminhão, 02:23:22,6
20º) 278 – Rafael Vicentin / André Racy Simões, Prot, 02:23:22,7
21º) 283 – Fernando Carvalho Jr / João Cerqueira Neto, Prot, 02:23:52,8
22º) 249 – César Lopes / Osmar Dehn João, Prod, 02:24:34,0
23º) 213 – Mauricio Bortolanza / Gustavo Bortolanza, Prot, 02:25:35,6
24º) 216 – Júlio Bonache / Lourival Roldan, Prot, 02:28:02,6
25º) 235 – André Nunes Gordo / Daniel Gay, Prod, 02:34:13,1
26º) 252 – Elson Cascão II / Geraldo Malvar, Prot, 02:35:46,2
27º) 284 – Valdir Porto / Emerson Arakaki, SPD, 02:41:03,5
28º) 279 – Luiz Rodrigues / Fernando Montá Filho, Prod, 02:46:47,9
29º) 405 – Felicio Tadeu / Ricardo Costa, Caminhão, 02:52:52,8
* 200 – Reinaldo Varela / Marcão Macedo, SPD – NC
* 207 – Riamburgo Ximenes / Stanger Eler, Prot – NC
* 231 – Carlos Policarpo / Romulo Seccomandi, Prod – NC
* 234 – Willen Van Hess / Doris Van Hess, Prod – NC
* 280 – José Roberto Vaz / Glauber Fontoura, Prod – NC
* 401 – Amable Barrasa / Raphael Bettoni, Caminhão – NC
* 402 – André Azevedo / Maykel Justo, Caminhão – NC

Cronograma do evento

11/10/09 – Domingo
08:40h – Largada – Hotel Continental Inn – Taubaté.
09:40h – Largada da PE 01 – 65 km – Fazenda São José – Redenção da Serra.
12:40h – Largada da PE 02 – 65 km – Fazenda São José – Redenção da Serra.
20:00 h – Briefing – Dia 03 – Hotel Continental Inn.

12/10/09 – Segunda-feira
08:30h – Largada – Hotel Continental Inn – Taubaté.
09:00h – Largada da Prova Especial 01 – 66 km – Fazendas N. S. Glória, Gaspar e Conceição – Rodovia Ayrton Senna – Taubaté / Caçapava Velha.
12:00h – Largada da Prova Especial 02 – 66 km.
14:30h – Início do almoço de premiação – Local à definir – Taubaté.
16:00h – Início da Premiação.
17:30h – Encerramento do evento.