Brasileiros ficam com o vice-campeonato em Mônaco

18 de outubro de 2009

Equipe de Sérgio Jimenez, Nelson Ângelo Piquet e Carlos Iaconelli sofre com erro da direção de prova e termina bateria de domingo na nona posição.

A equipe brasileira que disputa a Mônaco Kart Cup encerrou sua participação no torneio europeu na manhã deste domingo (18) com um nono lugar na terceira bateria. O resultado garantiu ao time brasileiro, formado por Sérgio Jimenez, Nelson Ângelo Piquet e Carlos Iaconelli, o vice-campeonato da competição. No entanto, a etapa de domingo foi marcada pela confusão. A direção de prova aplicou uma punição errada ao time brasileiro e encerrou a possibilidade de vitória da equipe.

Os brasileiros já seriam obrigados a cumprir um stop and go devido a um problema de falta de combustível na corrida de sábado, quando Iaconelli foi obrigado a descer do kart e empurrá-lo até os boxes. Neste domingo a equipe utilizou uma tática diferente, com o próprio Iaconelli fazendo a largada. Como o regulamento previa, a equipe poderia realizar a troca de pilotos no momento de pagar a punição prevista. “O Iaconelli foi chamado para pagar o stop and go e entregou o kart para mim. Perdemos muitas posições com a punição. Mas, mais ou menos na metade da minha tocada já estávamos novamente na liderança do geral, com duas voltas de vantagem para o segundo colocado”, conta Jimenez.

“De repente os karts 19 e 29, que estavam na minha frente, começaram a se estranhar e o 29 jogou o adversário no muro. Me aproveitei da situação e ultrapassei os dois. Algumas voltas depois, o 29 procurou o 19 e novamente jogou o kart em cima dele. A direção de prova confundiu os números e aplicou uma punição ao 39, o nosso kart”, explica Jimenez. “Isso modificou nossa estratégia. Tive que entrar no box mais cedo e passei o kart para o Nelsinho. Na hora de voltar à pista, ele parou para pagar a punição e o fiscal de prova mandou ele seguir, afirmando que nosso kart não havia sido punido. No entanto, dez minutos depois de ele estar de volta à prova, fomos novamente chamados ao box para pagar o tal stop and go”, acrescenta.

A nova punição aplicada aos brasileiros foi maior que a primeira, e o kart teve de ficar parado por quatro minutos. “Quatro minutos é muito tempo, são quase seis voltas. Com isso terminamos a prova na nona colocação”, comenta Jimenez. “Conversamos com a direção de prova após a bandeirada final. Eles viram que puniram o kart errado e nos devolveram dois minutos, dos quatro de punição. Mas isso não foi suficiente para conseguirmos a vitória”.

“Mesmo com toda essa confusão, o final de semana foi muito produtivo. Vamos embora felizes por termos feito um bom papel em Mônaco”, finaliza o paulista, hexacampeão brasileiro e atual tricampeão da Copa Brasil de Kart. Sérgio Jimenez agora se prepara para a disputa da Copa Vicar no próximo domingo (25), no Autódromo Internacional de Curitiba.