Hugo e Kaique partem para o tudo ou nada no penúltimo desafio na Mit Cup 2009

21 de outubro de 2009

Pisar fundo, levantar poeira e deixar todos os problemas para trás. Esse é o espírito da “dupla sertaneja” do rally nacional para a etapa de Ribeirão Preto da Mitsubishi Cup de 2009. Nesse fim de semana, Hugo Rodrigues e Kaique Bentivoglio buscam no interior de São Paulo uma vitória para trazer tranqüilidade na acirrada disputa pelo topo da tabela.

O palco do 6º desafio é bem conhecido pelos os pilotos, que demonstram empolgação com a pista. O circuito apresenta uma grande seqüência de saltos devido às curvas de nível que compõem a extensa plantação de cana da região, que diminui o campo visual dos competidores, exigindo muita técnica e habilidade por parte dos navegadores. “É uma ótima pista para acelerar, muito rápida”, avalia o piloto Hugo. “Tem uma parte com areia que acaba ficando com buracos, o que causa muita dificuldade. Temos que entrar rápido, mas com cuidado, pois o carro pode tombar”, completa.

Após diminuir a diferença dos líderes para 24 pontos, a dupla parte para o tudo ou nada. Isso porque faltam apenas duas etapas para o final da temporada e os paulistas sabem que qualquer descuido na reta final pode significar o adeus ao título. “Não podemos errar. Na Triton RS qualquer erro pode levar você de primeiro a último, pois todos andam forte e a briga é nos milésimos”, diz o navegador Kaique.

E em uma pista de velocidade, fica a esperança da dupla conseguir a primeira vitória no ano, que colocaria de vez a “Dupla Sertaneja” na briga pelo título da categoria mais disputada da competição. “Correr na Mit Cup é sempre prazeroso. E andar no meio da plantação de cana diminui a visibilidade, mas para quem é fazendeiro é ótimo!”, finaliza Hugo.

Classificação – Triton RS
1º – Adriano Leão e Eduardo Bampi (Ribeirão Preto /SP) – 159 pontos
2º – Christian Baumgart e Beco Andreotti (São Paulo /SP) – 152 pontos
3º – Marcos Cassol e Rodrigo Mello (Rio Verde /GO) – 141 pontos
4º – Hugo Rodrigues e Kaique Bentivoglio (Barueri/SP) – 135 pontos
5º – Ingo Hoffmann e Emerson Cavassim (São Paulo /SP) – 133 pontos