"Não cometer erros será essencial”, diz Maluhy

21 de outubro de 2009

Curitiba recebe pela segunda vez neste ano uma prova da Copa Nextel Stock Car. No entanto, ao contrário da segunda etapa do ano, em que a prova foi disputada nos 3.695 metros do traçado misto do Autódromo de Pinhais, a nona etapa da temporada – e que abre a Superfinal – será disputada no anel externo do circuito, que mede 2.550 metros. E para Felipe Maluhy, piloto da Tracker Racing, um bom carro e concentração total são os principais itens para um bom resultado.

“Será o treino de classificação mais disputado da temporada, sem dúvida”, diz. “Os tempos de volta serão muito próximos, porque é o circuito que terá a volta mais rápida de todo o campeonato, e somente duas freadas – para a Curva 1 e para a Curva da Vitória”, aponta Maluhy, que se diz um apreciador de corridas em anéis externos.

“Gosto de correr nesse tipo de circuito, mas qualquer erro será fatal, porque os carros andam o tempo todo colados uns nos outros em fila indiana, e no caso de um erro, o piloto vira vítima de um pelotão inteiro o ultrapassando. Já em um circuito misto, você até consegue administrar a tentativa de ultrapassagem do adversário”, afirmou o piloto da Tracker Racing. “A volta é muito dinâmica, e por só haver duas freadas, o piloto tem que estar 100% focado, concentrado o tempo todo e ter uma pilotagem minuciosa, explorando o que o carro tem de melhor e, claro, freando o mais dentro possível das curvas”, explicou.

Foto:Luca Bassani/Divulgação.