Stock Car: Átila Abreu aprova novidades para a temporada de 2010

21 de outubro de 2009

Nas vésperas da abertura da Mobil Superfinal que vai apontar seu campeão, a Copa Nextel Stock Car anunciou um pacote de novidade para o ano que vem. A reformulação que começou há dois anos com a introdução dos pneus Goodyear e continuou nesta temporada com os novos e modernos chassis e câmbio, se completa em 2010 com um motor mais potente e moderno, injeção e aceleração eletrônica, novo sistema push-to-pass e uso de etanol como combustível.

 

“Isso mostra a constante evolução da categoria, que já é a mais importante do automobilismo brasileiro e segue sempre em busca da modernidade. É mais um passo para que ela fique cada vez melhor”, afirma o sorocabano Átila Abreu (Agecom/3M/Zinco Jeans Wear/Roca Cesta Básica/Arroz Alibabá/Sascar/Colonial Rodas), quarto colocado no campeonato e um dos fortes candidatos ao título desta temporada.

 

O novo motor é mais leve, feito de bloco de alumínio, pesando apenas 170 kg . Com 520 cv (contra os 480 atuais) de potência e 71 kgfm de torque, os Stock Car devem alcançar velocidades de até 265 km/h , contra os 253 km/h atuais. “Esse novo motor vem a somar. Vamos ter que nos adaptar, pois o peso menor e a maior potência muda o acerto e o equilíbrio do carro, mas vejo essa mudança com bons olhos”, conta Átila. Outras tecnologias implantadas são a injeção eletrônica, deixando o carburador de lado, e o acelerador eletrônico, dispensando o uso de fios e cabos.

 

A ajudinha na hora de uma ultrapassagem também vai mudar com o novo dispositivo push-to-pass. Em vez do uso do nitro, os carros serão limitados em 70% na abertura da borboleta de alimentação, e quando o botão for acionado, ela abre completamente, dando ao motor aproximadamente 40 cv a mais de potência. A novidade agora poderá ser usada durante toda a prova, com intervalos de cerca de dois minutos. “É algo diferente, mas se proporcionar mais disputas durante as corridas eu acho que é algo bem legal”, comenta o piloto da AMG Motorsport.

 

Rumando a caminho da sustentabilidade, a Stock Car passará a utilizar o etanol anidro como combustível. Além de ser uma fonte de energia renovável, o etanol aumenta o desempenho e diminui o calor do novo motor. “Tudo o que for feito para diminuir a poluição e ajudar à manutenção do meio ambiente é válido. Vamos nos adaptar ao uso do etanol, que consome mais, mas é algo muito positivo para uma categoria de vanguarda como a Stock Car”, explica o titular da Agecom/3M/Zinco Jeans Wear/Roca Cesta Básica/Arroz Alibabá/Sascar/Colonial Rodas.

 

A nona etapa da Copa Nextel, que inicia a briga pelo título da principal categoria do automobilismo brasileiro, acontece neste domingo (25/10), em Curitiba (PR). A TV Globo mostra a corrida ao vivo, a partir das 11h. “Todas essas mudanças serão boas, mas o foco agora é a Superfinal e a briga pelo título. Quando o campeonato acabar em dezembro, vamos pensar nisso”, finaliza Átila. Foto:Miguel Costa Jr./Divulgação.