Pilotos da Volkswagen prevêem disputas acirradas em Santa Cruz do Sul

24 de outubro de 2009

A forte chuva que atingiu Santa Cruz do Sul hoje transformou a disputa do treino classificatório em uma verdadeira loteria: os pilotos entravam na pista (em ordem definida por sorteio) em condições que mudavam a cada minuto. Assim, o grid ficou “embaralhado”, com caminhões rápidos largando atrás, caso dos pilotos da Volkswagen, Valmir Benavides (foto) e Felipe Giaffone, líder e vice-líder do campeonato.

De qualquer forma, os quatro pilotos da RM Competições acreditam que a corrida de amanhã tem tudo para ser a mais acirrada do ano, com disputas intensas no bloco da frente e no pelotão intermediário.

“Vamos ter um trabalho intenso rumo ao pódio amanhã”, diz o experiente Renato Martins, da Volkswagen, que vai largar na 8ª colocação. “A previsão indica corrida com pista seca, então muitos caminhões que não se deram bem hoje e deram azar no sorteio do treino virão para cima com tudo amanhã”, completa Renato Martins, o recordista de vitórias da categoria.

Quem fez um bom treino classificatório hoje foi a única mulher da Fórmula Truck, Débora Rodrigues. Ao marcar o tempo de 2m06s624, a piloto da Volkswagen por pouco não consegue um lugar no Top Qualifying, treino especial que reúne os oito mais rápidos para a disputa da pole. Amanhã, Débora parte na 9ª colocação no grid de largada.

“Sempre deixei claro que gosto de andar na chuva, porque nestas condições brinco dizendo que os homens são mais abusados e acabam errando muito. Estou esperando uma corrida bem intensa, com disputa acirrada de posição e meu objetivo é conquistar mais um pódio em minha carreira”, diz Débora.

Para os líderes do campeonato, a chuva no treino classificatório trouxe problemas. Benavides e Giaffone estavam entre os primeiros a entrar na pista, em posição definida por sorteio, e com isso pegaram a chuva mais forte e, logo, o traçado em piores condições.

“Ontem deu para ver que nosso caminhão é bem rápido nesta pista de Santa Cruz do Sul. A chuva infelizmente foi ruim para nós, mas a previsão é de pista seca e acredito que dá para fazer uma corrida de recuperação”, diz Felipe Giaffone, vice-líder do campeonato e que largará em 20º amanhã.

Este também é o pensamento de Valmir Benavides, que lidera o campeonato da Fórmula Truck. Ele parte na 23ª colocação, mas acredita que pode marcar mais pontos para continuar na ponta do campeonato.

“A chuva sempre é uma caixinha de surpresas no automobilismo e infelizmente saímos na hora errada, algo que não é culpa do time, mas sim definido em ordem de sorteio. De qualquer forma, nosso caminhão é rápido e resistente o suficiente para buscar uma boa recuperação na corrida de Santa Cruz do Sul”, afirma Hisgué.

A largada da oitava etapa da Fórmula Truck será às 13h (horário brasileiro de verão), com transmissão ao vivo pela TV Band.