Marcos Gomes chega em quarto, mas recebe punição e cai para 16º lugar

25 de outubro de 2009

Os comissários de prova atenderam uma reclamação de Valdeno Brito, que alegou ter sido tocado pelo carro de Marcos Gomes, e puniram o piloto com 20 segundos na prova verde de Curitiba.

Marcos Gomes (Dolly) deixou a autódromo de Curitiba contrariado. Após terminar a corrida na quarta colocação e subir algumas posições nos Playoffs, o piloto foi informado de que seria punido por causa de uma reclamação de Valdemo Brito – afirmou ter sido tocado por Marquinhos.

Os comissários de prova estudaram as imagens da corrida e puniram Marcos Gomes com 20 segundos. A penalização fez com que o piloto caísse do quarto para o 16 º lugar.

“Eu não concordo com a pena. Eu estava disputando uma tomada de curva, o toque, que no meu ver foi normal, aconteceu e houve o toque, Mas não foi proposital, jamais bateria em alguém para ganhar algumas posições. Isso não é do meu caráter.”

Extremamente frustrado, o piloto Dolly busca consolo na possibilidade de se recuperar nas próximas corridas. “Não me resta mais o que fazer a não ser pensar nas próximas corridas. Mas não fiquei satisfeito com o que aconteceu em Curitiba. Muito pelo contrário, gostaria que tivesse me dado chance de fazer a minha defesa de forma completa. Não fui desleal, não foi um toque proposital.”

Equipe Dolly

Tarso Marques fez um boa prova de recuperação. Largou em 28º, chegou a estar em 11º, mas abandonou por falta de gasolina. “O carro ainda não é o ideal, mas comparado ao desempenho que teve no final de semana foi muito melhor.”

Paulo Salustiano saiu da corrida na primeira volta. “Não foi um final de semana bom. Tive problemas nos treinos e não consegui completar a prova.”

Foto:Fábio Oliveira/RF1/Divulgação.