Lamborghini Gallardo é o maior vencedor da GT3 Brasil em Curitiba

26 de outubro de 2009

O campeonato da GT3 Brasil chega a seu momento decisivo. Com apenas duas etapas e quatro corridas para o fim da temporada, Cláudio Ricci e Rafael Derani estão em primeiro lugar, com 179 pontos. A dupla do Ferrari F430 número 3 está 23 pontos à frente de Ricardo Maurício, que compete com um Porsche 997. Outro supercarro, entretanto, é que tem um retrospecto de causar inveja no autódromo de Curitiba.

Em dez corridas disputadas pelo Itaipava GT3 Brasil desde 2007 (cinco rodadas duplas), o Lamborghini Gallardo venceu 50% do total. Os três primeiros triunfos foram conquistados pela dupla Paulo Bonifácio e Alceu Feldmann, no ano de estréia da categoria no país. Na mesma temporada, Xandy Negrão e Andreas Mattheis, atuais bicampeões, ganharam a quarta prova.

O carro italiano continuou dominando na etapa de estréia do campeonato de 2008, desta vez com uma dupla da casa: Thiago Marques ao lado de Alceu Feldmann. Só na sexta corrida realizada no circuito curitibano um carro sem ser o Lamborghini Gallardo recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar. Walter Salles e Ricardo Rosset foram os responsáveis por quebrar a hegemonia da marca do touro com um Ford GT.

Ainda no ano passado, a dupla Negrão e Mattheis também triunfou no Paraná pilotando a máquina da fábrica fundada por Henri Ford, e o paranaense Feldmann voltou a ganhar “em casa”, ao lado do conterrâneo Liko Kaesemodel, desta vez com um Dodge Viper Competition.

A supremacia norte-americana continuou na segunda rodada dupla deste ano, no traçado da capital paranaense: os gaúchos Ramon Matias e Matheus Stumpf conquistaram sua primeira vitória no Itaipava GT3 Brasil com o Dodge Viper. E o domínio só foi quebrado na corrida do dia seguinte, quando Cláudio Ricci e Rafael Derani foram os melhores com o Ferrari F430. E foi justamente nesta rodada dupla que o Gallardo não correu. O modelo italiano do touro reestreou no Itaipava GT3 Brasil na etapa seguinte, em São Paulo, e é pilotado por Bruno Garfinkel e Chico Serra – que nesta temporada alcançaram dois segundos lugares como melhor resultado. Foto:Divulgação.