Disputa entre equipes promete pegar fogo em Interlagos

4 de novembro de 2009

WB Motorsports, que conta com três Porsche 997 no grid, tem 348 pontos, contra 342 da CRT Brasil, que alinha três Ferrari F430.

O título de pilotos do Itaipava GT3 Brasil já foi conquistado pela dupla Cláudio Ricci e Rafael Derani, após terminar a segunda corrida da rodada dupla deste fim de semana realizada em Curitiba no segundo lugar. O campeonato de equipes, entretanto, continua extremamente acirrado.

A WB Motorsports, que prepara os Porsche 997 números 5, 6 e 7, soma 348 pontos e lidera o campeonato com apenas uma rodada dupla para o encerramento. Com apenas seis pontos a menos aparece a CRT Brasil, que prepara o Ferrari F430 dos campeões da temporada, além de outras duas supermáquinas italianas. O regulamento desportivo do Itaipava GT3 Brasil, no entanto, determina que os dois carros mais bem colocados de cada equipe pontuem para o campeonato dos preparadores.

Curiosamente, a equipe que compete com os carros alemães venceu quatro provas, contra cinco triunfos do time que prepara os modelos da fábrica de Maranello. Enquanto a WB Motorsports fez duas duplas (Ricardo Maurício / Miguel Paludo e Thiago Camilo / Betinho Gresse) ganharem corridas, todas as vitórias da CRT Brasil foram conquistadas pela parceria Ricci / Derani.

Além da disputa pelo título de equipes, a última etapa da temporada do Itaipava GT3 Brasil vai ter uma atração internacional. O rapper americano Ja Roule fará um show após a corrida e promete agitar ainda mais o fim de semana de velocidade em Interlagos. Foto:Fernanda Freixosa.

Confira as cinco primeiras equipes na classificação após 14 etapas disputadas:

1 WB Motorsports, 348 pontos
2 CRT Brasil, 342
3 Blausiegel, 186
4 Ferrari Scuderia, 112
5 Sul Racing, 109