Acidente tira Finger da corrida em Brasília

8 de novembro de 2009

Ainda não foi dessa vez. A expectativa pelo primeiro pódio de Lucas Finger terá de aguardar até a última etapa. O piloto da equipe AMG Motorsport, estreante na categoria e que pela primeira vez alinhou na 5ª. posição no grid da Copa Vicar – sua melhor posição de largada até o momento – encerrou sua esperança a duas voltas do final, ao ser atingido e colocado para fora da prova. A vitória ficou com Rafael Daniel, que se manteve na liderança. O pódio foi completado por Julio Campos e Diogo Pachenki.

Depois de alguns incidentes e da entrada por duas vezes do safety car, os pilotos Eduardo Berlanda e Diogo Pachenki – ambos estavam na frente de Lucas – se tocaram, e o carro de Berlanda desgovernado atingiu Lucas e o tirou da corrida. Essa foi a segunda vez em oito etapas que Lucas não pontua.

“Na largada o objetivo era me manter na posição e consegui. Mas a disputa lá na frente era grande, ganhei e perdi algumas posições. Mas acredito que o ponto chave é que perdi muito tempo com o Affonso Bastos. Também em um toque perdi o extrator do carro e mais algumas posições, pois o carro ficou mais difícil de dirigir. Mesmo com tudo isso, ocupava a 5ª. posição, quando fui acertado pelo Berlanda. Tentei desviar, freei mas não deu… Agora é ir para a última etapa e tentar fechar com chave de ouro. Estou na busca de um pódio e a equipe merece”, disse Lucas, bastante chateado.

Agora a próxima e última etapa está marcada para 6 de dezembro, no autódromo de Interlagos em São Paulo.
Foto:Miguel Costa Jr./Divulgação.