João Marcelo se diz frustrado com deslealdade de companheiros da Stock Jr.

8 de novembro de 2009

O piloto João Marcelo (West Coast) ficou revoltado com a falta de “fair play” dos adversários na disputa da Stock Junior neste domingo, em Brasília. Mais uma vez, alguns pilotos agiram de forma desleal e causaram prejuízos para o piracicabano, que está na disputa pelo título de 2009.

Não é a primeira vez que João Marcelo sofre com a falta de honestidade de companheiros na Stock Júnior. Em Curitiba, o piloto estava na liderança, foi tocado duas vezes e terminou a prova na terceira posição.

Hoje, João Marcelo estava em terceiro antes da entrada do Safety Car, quando foi tocado por Wagner Pagotto. Mesmo assim, conseguiu voltar à quarta colocação, mas voltou a cair de posição após receber batida de Rodrigo Barone. Com isso, o piracicabano terminou a prova na sétima colocação.

João Marcelo fez uma reclamação formal para a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo). “Eu larguei em 10º lugar, estava rápido, meu carro estava andando muito bem e já estava em terceiro lugar quando começaram as batidas. Não agüento mais a falta de lealdade na categoria. O bonzinho sempre sai prejudicado e os mal intencionados ficam sem punições”, diz o piloto, que é o líder na categoria Máster.

A revolta e a insatisfação de João Marcelo (West Coast) chegou a tal ponto que o piloto pensa em abandonar a categoria se as coisas não mudarem. “É preciso ter uma fiscalização maior, e se os carros não tiverem uma câmera ou alguém transmitir as provas, vai ficar inviável. Se a situação não mudar, eu penso até em abandonar a categoria antes do final do campeonato.”

A próxima prova da Stock Car Jr. acontece em Tarumã (RS), no dia 22 deste mês.

Foto:Luca Bassani/Divulgação.