Volkswagen pode ser campeã da Fórmula Truck em Curitiba

11 de novembro de 2009

Felipe Giaffone, Valmir Benavides, Renato Martins e Débora Rodrigues já acumularam 400 pontos no campeonato de marcas e título pode ser garantido matematicamente neste domingo.

A Fórmula Truck disputa neste domingo, em Curitiba, a penúltima etapa da temporada, marcada por uma intensa briga no campeonato de pilotos. Mas entre as marcas, o título pode ser decidido já na prova paranaense: a Volkswagen tem 400 pontos, 145 a mais que a segunda colocada.

Após a corrida deste domingo, restarão apenas 75 pontos em jogo no campeonato de marcas – o máximo que um time pode atingir. Desta forma, com a boa vantagem da Volkswagen na tabela, a decisão do título com uma rodada de antecipação é a combinação matemática mais provável.

“Conquistar o título de marcas será um orgulho para todos nós da Volkswagen, porque sabemos o quão importante é este resultado. Desde o começo do ano, traçamos esta conquista como objetivo fundamental. Por isso, vamos trabalhar intensamente neste final de semana para garantir este título”, diz Felipe Giaffone, que lidera o campeonato de pilotos, com 152 pontos, um a mais que o vice- líder, Valmir Benavides, também da equipe Volkswagen.

Renato Martins, piloto e chefe da equipe RM Competições, a responsável pelos quatro caminhões Volkswagen Constellation na Fórmula Truck, também salienta a importância do título de marcas.

“O envolvimento das montadoras com a Fórmula Truck é intenso, e isso faz com que a concorrência seja muito acirrada entre todos os times. Sendo assim, ganhar um título como este representará uma enorme gratificação do nosso trabalho e de todo o pessoal da fábrica da Volkswagen, que está envolvido fortemente conosco no projeto da Truck”, diz Renato Martins.

Mesmo se garantir o título de marcas em Curitiba, a equipe oficial da Volkswagen sabe que ainda há muito trabalho pela frente nesta temporada: desta vez, para garantir a conquista do campeonato de pilotos, como afirma o piloto Valmir Benavides.

“Eu e o Felipe (Giaffone) estamos na ponta da tabela, mas o Roberval Andrade está bem próximo, então as duas últimas corridas, aqui em Curitiba e em Brasília, serão decisivas. Cada ponto será importante”, diz “Hisgué”, como é conhecido o piloto na Truck. “Nosso caminhão Volkswagen Constellation tem um bom rendimento nesta pista de Curitiba, por isso estamos confiantes em brigar pelas primeiras colocações”, completou.

Giaffone já venceu uma das etapas paranaenses, em 2007. “Tenho muito prazer em guiar nesta pista, que é uma das mais seletivas do calendário, com curvas de todos os tipos. Com certeza o público verá uma briga equilibrada pela vitória”, acredita o piloto da Volkswagen, campeão da Truck em 2007

Para Débora Rodrigues, a única mulher a pilotar na categoria, o desafio em Curitiba é conseguir um lugar no pódio. Na edição de 2006, ela não só conquistou este objetivo como ainda esteve acompanhada de seu marido, Renato Martins, formando um inédito pódio em casal na história do automobilismo.

“Adoro correr no Paraná, que é o meu Estado natal (ela nasceu em Bela Vista do Paraíso). A torcida aqui é empolgada e bastante carinhosa comigo. Espero retribuir com boas disputas na pista, de preferência, terminando com champanhe no pódio”, diz a piloto da Volkswagen.

A nona etapa da Fórmula Truck terá início nesta sexta-feira, com a disputa de duas sessões de treinos livres. No sábado, será realizado o treino classificatório para a corrida de domingo, marcada para as 14h, com transmissão ao vivo pela TV Band.

Foto:Orlei Silva/Divulgação.