Meira vê a chance de largar entre os 10 primeiros

26 de março de 2010

Terminar o primeiro dia de treinos para a segunda etapa da Fórmula Indy em 20º, em sessões que tiveram 24 participantes, não era exatamente o que Vitor Meira esperava para esta sexta-feira (26) em St. Petersburg, na Flórida. Contudo, o piloto brasileiro garante que o desempenho em pista não traz desânimo à A.J. Foyt Racing. “Nosso foco não muda. Se a gente fizer tudo certinho, acredito que o nosso lugar será entre os 10 primeiros no grid”, disse.

Meira definiu a sexta-feira como “apenas um dia de trabalho normal”. “Não vou embarcar nessa história de dizer que nossa guerra no treino livre não é contra o cronômetro, porque sempre é. A única diferença é que o cronômetro não vale nada hoje. Tive alguns problemas, as marchas não entravam, e a gente perdeu as últimas voltas do treino, que foram as mais rápidas para a maioria. Mas hoje foi só treino, a gente está só aprendendo”, comentou o brasiliense.

Terceiro colocado na corrida de duas semanas atrás em São Paulo, Meira admitiu que o resultado no treino ficou aquém do esperado. “A posição final foi um pouco pior, mas em relação ao tempo, ficou dentro do que a gente esperava. Está muito apertado, muito equilibrado. Vai ser um fim de semana dificilzinho, a gente está se aproximando. O carro está bem mais próximo do acerto do que depois dos treinos livres em São Paulo. Agora, é só a gente trabalhar direito”, falou.

A pista de rua da Flórida oferece menos condições para ultrapassagens que a da pista que abriu o campeonato. “Há um ou dois pontos, mas não são tão claros quanto no Brasil. Ultrapassar aqui é bem mais difícil, ou menos fácil, então a classificação é mais importante ainda. É como eu disse, cabe a nós fazer direito o nosso trabalho, se isso acontecer a nossa chance de estar entre os 10 primeiros é real. Mas fácil, pode ter certeza de que não vai ser”, concluiu.

Dos 24 pilotos inscritos, 22 cravaram seus melhores tempos do dia na segunda e última sessão de treinos. As exceções ficaram por conta do escocês Dario Franchitti, da Target Chip Ganassi Racing, que fechou o dia em 17º lugar com o tempo que o havia colocado em segundo na sessão matinal, e o brasileiro Mário Moraes, da KV Racing Technology, penúltimo colocado na classificação geral, que só completou uma volta no treino final.

A programação do sábado (27) em St. Petersburg prevê mais uma sessão de treinos livres, a partir das 10h55 de Brasília. A tomada de tempos definindo as posições de largada está marcada para as 14h20. A corrida de domingo terá a largada para a primeira das 100 voltas pelo traçado urbano de 1,8 milha às 16h45, com transmissão ao vivo para o Brasil pelo Bandsports. Nesta sexta, os melhores tempos de cada piloto no resultado combinado foram:

1  Will Power (AUS/Team Penske), 1min02s3200
2  Scott Dixon (NZL/Target Chip Ganassi Racing), 1min03s0299
3  Justin Wilson (ING/Dreyer & Reinbold Racing), 1min03s0576
4  Tony Kanaan (BRA/Andretti Autosport), 1min03s0615
5  Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti Autosport), 1min03s0763
6  E.J. Viso (VEN/KV Racing Technology), 1min03s0890
7  Takuma Sato (JAP/KV Racing Technology), 1min03s0930
8  Marco Andretti (EUA/Andretti Autosport), 1min03s2866
9  Helio Castroneves (BRA/Team Penske), 1min03s2884
10 Graham Rahal (EUA/Sarah Fisher Racing), 1min03s3220
11 Alex Tagliani (CAN/FAZZT Team), 1min03s3687
12 Hideki Mutoh (JAP/Newman-Haas-Lanigan), 1min03s4320
13 Ryan Briscoe (AUS/Team Penske), 1min03s5043
14 Alex Lloyd (ING/Dale Coyne Racing), 1min03s5329
15 Mike Conway (ING/Dreyer & Reinbold Racing), 1min03s5431
16 Dan Wheldon (ING/Panther Racing), 1min03s6383
17 Dario Franchitti (ESC/Target Chip Ganassi Racing), 1min03s6504
18 Simona de Silvestro (SUI/HVM), 1min03s7857
19 Raphael Matos (BRA/De Ferran-Luczo Dragon Racing), 1min03s7882
20 Vitor Meira (BRA/A.J. Foyt Racing), 1min03s8672
21 Danica Patrick (EUA/Andretti Autosport), 1min03s8864
22 Mário Romancini (BRA/Conquest Racing), 1min04s4134
23 Mário Moraes (BRA/KV Racing Technology), 1min05s5911
24 Milka Duno (VEN/Dale Coyne Racing), 1min08s7450

Texto: Luciano Monteiro

Foto: Divulgação