Na chuva, Zandavalli comemora segundo lugar na Superbike

26 de abril de 2010

A segunda etapa da Superbike proporcionou uma corrida das mais movimentadas dos últimos anos ao público da motovelocidade neste domingo (25) no Autódromo Internacional de Curitiba. Disputada com pista molhada, a prova foi vencida pelo paulista José Luís Teixeira Júnior, o “Cachorrão”. Maycon Zandavalli, paranaense que defende a Spiga Racing, conquistou seu primeiro pódio de 2010, com o segundo lugar, depois de ter liderado nas voltas iniciais.

Sexto no grid, Zandavalli saltou para segundo na largada, momento que teve como destaque a atuação de Diego Pretel, que assumiu a liderança ainda na reta principal, saindo da oitava posição no grid. Zandavalli chegou a liderar a prova da terceira à quarta volta, mas foi superado novamente pelo adversário paulista e, a partir daí, passou a lidar com a pressão que recebia de Teixeira, Alecsandre di Grandi e Rodrigo di Benedictis, todos representantes paulistas.

“Cheguei a cair para quarto, mas eu estava em sintonia com a moto, que rendeu muito bem. Tive um pega muito bom com o Pretel, até ele cair”, descreve o piloto paranaense, citando a queda que tirou o paulista da disputa pela liderança. “Cachorrão” foi punido com acréscimo de 20 segundos a seu tempo total de prova, por ter ultrapassado Pretel sob bandeira amarela. Na última volta, tinha mais de 31 segundos de vantagem e, mesmo punido, confirmou a vitória.

Para Zandavalli, o segundo lugar foi motivo para comemoração. “Já estou pegando a mão da coisa”, avaliou, sem falsa modéstia. Domingo passado (18), ele foi segundo colocado na etapa de abertura do Campeonato Brasileiro, disputada em São Paulo. Ele atribui a melhora no rendimento à sua participação no Riding School, atividade coordenada em São Paulo por Alexandre Barros, que atuou no Mundial de MotoGP durante várias temporadas.

“O Alexandre me mostrou, basicamente, como eu devo pilotar uma moto. Depois que fiz o curso com ele, fui para o pódio no Brasileiro e agora aqui, no TNT Superbike. O meu desempenho nas largadas melhorou bastante, e vendo um cara do nível dele encontrando o limite da moto ali, na minha frente, o meu aprendizado ficou muito mais fácil”, descreveu Zandavalli. “Estou vivendo um momento de puro aprendizado, a corrida de hoje também foi uma escola e tanto”.

A prova curitibana também valeu como quarta etapa do Superbike Series. O campeonato considera os resultados do TNT Superbike e do Pirelli Superbike. Foram quatro vencedores em quatro corridas já realizadas – antes de “Cachorrão”, o topo do pódio havia sido frequentado por Bruno Corano, por Murilo Colatrelli e por Alecsandre Brieda di Grandi. As três provas aconteceram em Interlagos, onde também acontecerá a próxima corrida, no dia 16 de maio.

Após 17 voltas, o resultado da segunda prova do TNT Superbike na pista de Curitiba foi o seguinte:
1º José Luiz Teixeira (SP/Pro), 28min13s265
2º Maycon Zandavalli (PR/Pro), a 11s868
3º Alecsandre Brieda di Grandi (SP/Pro), a 12s491
4º Rodrigo Benedictis (SP/Pro), a 27s239
5º Diego Pretel (SP/Pro-Am), a 28s939
6º Murilo Colatrelli (SP/Pro), a 39s575
7º Gustavo Rodrigues (SP/Pro), a 47s353
8º Claudio Gusso Júnior (SP/Pro), a 1min03s808
9º Luciano Fracaro (PR/Pro-Am), a 1min03s885
10º Gilberto Silva Júnior (SP/Pro), a 1 volta
11º Helder Shade (SP/Pro-Am), a 1 volta
12º Anderson Fernando (SP/Pro-Am), a 1 volta
13º Ricardo Pelosini (SP/Pro), a 1 volta
14º José Albuquerque (SP/Pro-Am), a 1 volta
15º Júlio César Checchia (SP/Pro-Am), a 2 voltas
16º Alessandro Ferraz (SP/Pro-Am), a 3 voltas
NÃO COMPLETARAM
Victor Moura (PR/Pro-Am), a 7 voltas
Ricardo Kastropil (SP/Pro), a 10 voltas
Melhor volta: Teixeira Júnior, na 14ª, 1min35s459, média de 139,34 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Com a vitória, Teixeira Júnior assume a liderança da Superbike com 44 pontos, apenas dois à frente de Di Grandi. Colatrelli passa a ser o terceiro, com 41, e Benedictis, com 38, aparece em quarto. Zandavalli salta de 18º para quinto na tabela de pontos, com 22. Corano, com 17, Pablo Henrique Martins e Gustavo Rodrigues, ambos com 15, Cláudio Gusso Júnior e Alan Douglas, empatados com 14, completam as 10 primeiras colocações.

Texto: Luciano Monteiro

Foto: Aldemir Donini/Divulgação.