"É Cross Country puro", avisa Edu Sachs

28 de maio de 2010

Com o propósito de servir de teste e preparação para a 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões, que acontece do dia 10 a 21 de agosto, a primeira etapa do Sertões Series, neste final de semana em Avaré (SP), oferece um percurso que mistura todo tipo de piso e dificuldade. Não é à toa: o levantamento do trajeto foi feito por Edu Sachs, diretor técnico da Dunas Race, e que também elabora, há mais de dez anos, o percurso do Sertões, maior aventura off-road brasileira.

“A primeira etapa do Sertões Series será curta, mas o que prevalece é o Cross Country puro, apesar de ser em fazendas com plantações de laranja, café e cana de açúcar. Teremos piso de terra, grama, piçarra e areia, além de muitas lombas”, afirmou Sachs. Serão duas especiais de 67 quilômetros cada, completando duas voltas – uma no sentido horário e outra no anti-horário.

“Não há muitas retas, então o trajeto é bem travado. É praticamente um labirinto. Para o piloto, vai ser o tempo todo puxando marcha, fazendo retomada, freando, sem desenvolver muita velocidade final. Isso vai exigir muito do navegador também, e é por isso que os competidores estão encarando o Series como um teste para o Sertões”, analisou o diretor técnico da Dunas.

São 185 competidores inscritos: 43 carros, 62motos, 16 quadriciclos e sete caminhões, que representarão dez estados brasileiros, mais o Distrito Federal. A largada acontece neste sábado (29) no Parque de Exposições de Avaré, a partir das nove horas.

Foto: Marcelo Maragni/ Foto Arena