Copa Brasil Spyder Race: Rodrigo Posses vence em Londrina

21 de junho de 2010

A equipe SP Mec chegou perto de realizar um final de semana perfeito conquistando a vitória na 2ª etapa de Londrina depois de seus dois pilotos dominarem os treinos e de Fábio Perez conquistar a pole position. Mas na corrida marcada por grandes disputas e constantes alterações de posição a vitória fiou com a equipe G-Stage e o piloto Rodrigo Posses.

Na largada Fulvio Marote (RJ Racing / Marote Motorsport) saiu da quarta colocação para assumir a liderança, deixando Perez, Cozzi (Racequip Motorsport) e Ivan Mendes (Arias Motorsport) para trás. Uma volta a mais foi preciso para que o pole position reassumisse a ponta; Mendes – o  mineirinho,  já ultrapassara Marco Cozzi e assumiu a terceira colocação.

Na Light, Sergio Martinez (RSports) mantém a liderança, perdendo a ponta apenas para Raijam Mascarello (Guerra Motorsport), mas devido a problemas no motor do carro n° 515, Martinez voltou à ponta para não perdê-la até a bandeirada final.

Na 5ª volta Marco Cozzi perde mais duas posições e o motor começa a soltar fumaça na reta oposta do circuito de Londrina; no mesmo ponto Marote reassumiria a liderança abrindo 0s407s em relação ao segundo colocado. Fernando Fortes (SP Mec) que largou na última posição devido a um problema na homocinética do carro n° 21 apareceria na 5ª colocação.

Uma volta depois Perez volta a incomodar a liderança de Marote; Cozzi visivelmente com problemas mecânicos fica lento na pista e abandona. Ivan Mendes também perde posições, sendo ultrapassado por Posses e já vê Fortes se aproximar com seu carro preto-fosco; com problemas de motor, mineirinho cairia para 5º na 10ª volta.

Entre os ponteiros, Marote e Perez travam um belo duelo pela liderança, com o piloto do carro n° 89 passando apenas 0s099 atrás do primeiro colocado na volta 14, mas até a intervenção do Safety Car no 20° minuto para reagrupar os carros o piloto da RJ Racing / Marote Motorsports mantinha-se na liderança e conquistava seus 5 pontos de bônus.

Na relargada Fábio Perez assume a liderança; Marote com problemas no câmbio perde a posição e uma volta depois cairia para 4º, sendo ultrapassado por Posses (2°) e Fortes (3°). Na 23ª volta Raijam que não teve um bom final de semana entra no box devido a problemas no motor; Marote que ficou apenas com uma marcha mostra-se lento na pista, mas tenta levar o carro até o fim da prova para somar o máximo de pontos possível.

Líder da prova depois da relargada, Posses passa lento na reta dos boxes e restando apenas 3 voltas para o final da corrida abandona. Rodrigo Posses assume a ponta e vê Fortes sem condições de brigar pela ponta com 8s atrás do líder.

Posses vence a etapa de Londrina, trazendo em 2º lugar Fernando Fortes e Henrique Assunção em terceiro.

Na Light, vitória incontestável de Sergio Martinez que terminou a prova colocando seu carro em terceiro na classificação geral, mostrando uma ótima adaptação ao traçado de Londrina. “Tivemos um ótimo final de semana, onde apenas no início perdi a posição para o Raijam mas logo em seguida já voltei à ponta; a equipe está de parabéns pelo excelente trabalho, agora é hora de comemorar”, declarou o vencedor da Light e novo líder do campeonato.

Quem também teve um ótimo resultado foi a dupla Dal Pont e Luis Abbade (HJL Motorsport): depois de largar em 12º na geral e cruzar a linha de chegada durante a entrada do Safety Car em 9° nas mãos de Dal Pont, foi o profundo conhecedor da pista de Londrina, Abbade que com uma tocada muito forte cruzou na bandeirada final em 3³ lugar na Light, quinto no geral, levantando elogios até do promotor do evento, Peter Januário “Sabíamos que ele conhecia a pista por já correr aqui em provas de Endurance, mas essa corrida foi muito boa, parabéns ao Abbade e ao Dal Pont pelo resultado”, finalizou.

Rodrigo Posses, vencedor na categoria principal estava muito feliz e satisfeito, além da vitória por somar seus primeiros pontos no campeonato, já que na primeira etapa foi desclassificado por um acidente com Marco Cozzi: “É isso, as vezes não temos um carro rápido para darmos uma ou duas voltas nos treinos, mas temos um carro rápido para a corrida. Essa vitória mostrou isso e agora vamos continuar trabalhando para evoluirmos”, declarou Posses.

Fulvio Marote chegou perto de vencer, mas um problema mecânico tirou a vitória do piloto: “Tínhamos um excelente carro e com condições de abrir, mas meu câmbio foi apresentando problemas até que na relargada as marchas não entravam mais e fiquei apenas com uma. Era impossível fazer a curva da caixa d´água desse jeito, então o importante foi somar pontos”, explicou o piloto que sai de Londrina na vice liderança apenas 2 pontos atrás de Ivan Mendes, que se manteve na ponta. Ivan também lamentou o final de semana com vários problemas: “Corri aqui pelos pontos, não tinha muito que fazer”.

A Copa Brasil Spyder Race reuni-se novamente no dia 11 de julho no Autódromo MegaSpace em Santa Luzia, Minas Gerais.