GP2: Novo toque atrapalha recuperação de Razia

11 de julho de 2010

Um novo toque em uma corrida de recuperação, após largar do fundo do pelotão, atrapalhou os planos de Luiz Razia na etapa complementar da rodada dupla da Inglaterra da GP2, disputada na manhã deste domingo no tradicional circuito de Silverstone.

Largando em 23º, após a quebra de seu alternador na disputa do sábado, Razia voltou a apresentar um ótimo ritmo de corrida até ser acertado por trás pelo sul-africano Adrian Zaugg, da Ocean, que tentou recuperar uma ultrapassagem do baiano de maneira forçada e, por causa disso, recebeu um “drive-through” dos comissários de prova. “Tinha feito uma boa recuperação na largada até ser 17º, quando fui atingido pelo Zaugg por trás, após ultrapassá-lo. Por causa disso, rodei e acabei caíndo para trás, tendo de recuperar tudo de novo.”

De volta ao fundo do pelotão, o baiano da equipe Rapax mostrou que é possível ultrapassar no seletivo e tradicional circuito inglês, sendo o único, ao lado do francês Jules Bianchi, quinto colocado, a apresentar novamente um ritmo de volta na casa de 1min42s, recebendo a bandeirada em 16°, após vencer uma série de disputas. “Foi uma pena, pois conseguiria ter ido muito melhor”, lamentou o piloto de testes da equipe Virgin na F-1.

Passadas dez corridas desde o início da temporada, Razia faz um balanço desta primeira metade de campeonato. “O ritmo de corrida está muito bom, mas precisamos achar um acerto melhor para mim na classificação, em busca de um bom tempo que me garanta entre os oito primeiros colocados. Estou com dificuldades para encontrar o grip necessário nos treinos”, descreveu o piloto de 21 anos, que cumpre sua segunda temporada na categoria e possui uma vitória no currículo, em Monza.

“Daqui para a frente, o ponto que devemos melhorar é a classificação, para recuperar os pontos perdidos nas últimas quatro corridas. Agora é a hora de dar a volta por cima e ter um bom fim de semana em Hockenheim para lavar essa roupa suja. Tenho passado mais tempo aqui na GP2 que na Virgin para acertar o carro”, completou Razia, que passou a última semana treinando no simulador da equipe de F-1, desenvolvendo as novas peças dos carros de Timo Glock e Lucas di Grassi.

A vitória na etapa deste domingo ficou com o mexicano Sérgio Perez. O inglês Oliver Turvey e o espanhol Dani Clos completaram o pódio. No campeonato, Pastor Maldonado lidera com 56 pontos, 19 à frente de Clos. Razia permanece em sétimo, com 20 pontos. A próxima etapa da GP2 acontece nos dias 24 e 25 de julho, em Hockenheim, na Alemanha.

Foto: Jakob Ebrey/GP2/Divulgação.