Toques atrapalham Bruna Tomaselli no Brasileiro de Kart

19 de julho de 2010

Nascida em Caibí, Santa Catarina, a jovem piloto Bruna Tomaselli (Mormaii/Bruna Malhas/JZ Racing/KartPress), de apenas 12 anos de idade, chegou em Volta Redonda (RJ), para a disputa de seu terceiro Campeonato Brasileiro de Kart, cheia de expectativas. Mas um grande mal do automobilismo veio a tona: quando um piloto tem um bom desempenho, mas não consegue traduzir isso em bons resultados.

Na verdade, Bruna impressionou ao realizar boas provas de recuperação nas classificatórias e nas finais, após ter sofrido com toques de outros pilotos, mas não conseguiu mostrar, no papel, a boa performance que teve na pista. Depois de andar entre os primeiros colocados nos treinos livres, Tomaselli começou a ter dificuldades nas baterias classificatórias, quando estava na quinta posição, mas tomou uma batida de um competidor, sendo obrigada a largar das últimas colocações para a pré-final.

Na penúltima corrida do campeonato, ela largou na 26ª posição e fez uma prova impecável, chegando à última volta na nona colocação. Isso, até ser abalroada por um concorrente, sendo seriamente prejudicada e terminando apenas na 19ª colocação. Na bateria final, já com o campeonato bem dificultado, terminou no 18º posto, longe do pódio que acreditava conseguir alcançar.

“O nosso equipamento era muito bom durante toda a semana. Tínhamos chances reais de disputar, pelo menos, uma posição no pódio. O problema começou quando recebi um toque em uma das corridas classificatórias, quando eu estava na quinta posição. Na pré-final, larguei lá do fim do grid e, na última volta, quando estava em oitava, fui novamente tocada, desta vez, por outro piloto, e acabei rodando. Eu fiz a tangência da curva bem tranquila, quando vi, o outro piloto tentou forçar a ultrapassagem. Acabei nem vendo ele. Mas isso fez com que eu perdesse as chances de conquistar qualquer coisa”, lamentou.

Foto: Mário Ferreira/Divulgação.