"Não tem quem não goste de Spa", afirma Bernoldi

28 de julho de 2010

A lendária pista de Spar-Francorchamps, localizada na província de Liège, leste da Bélgica, receberá as máquinas e competidores do Campeonato Mundial de GT1 para a quinta etapa da temporada 2010. Reza a lenda que o circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica, é o preferido de “11 em cada dez pilotos”. A opinião de Enrique Bernoldi (Sangari), brasileiro que corre pela equipe Vitaphone Racing a bordo de um Maserati MC12, não é diferente.

“Não tem quem não goste de Spa”, exclamou o paranaense. Spa-Francorchamps tem esse ar mítico por reunir praticamente todas as características possíveis em um traçado. Curvas de alta velocidade, curvas travadas; subidas, descidas; longos trechos de aceleração plena seguidos por fortes freadas. Por isso mesmo, achar o melhor acerto para o carro na pista belga não é fácil.

“É uma pista que pede um acerto de carro bastante agressivo, rápido, mas isso aumenta o desgaste dos pneus. Felizmente, o Maserati é um carro menos severo com a borracha do que os outros modelos, então isso pode ser um aliado para o final de semana, porque na corrida o jogo de pneus tem que durar 35 minutos, já que na parada obrigatória a equipe tem que trocar os quatro, além de substituir o piloto”, explicou Bernoldi, que corre em parceria com o português Miguel Ramos.

O brasileiro estreou no então FIA GT1 ano passado justamente na Bélgica, pilotando um Corvette C6 do Sangari Team Brazil. A prova, entretanto, foi a famosa 24 Horas de Spa, que valeu pelo campeonato. Bernoldi dividiu o cockpit com o carioca Roberto Streit e o holandês Xavier Maasen. Durante seu turno, o paranaense liderou a prova, entregou o Corvette em segundo para Streit, que acabou se envolvendo em um acidente.

Nesta temporada, ao lado do português Miguel Ramos, Bernoldi tem se notabilizado por fazer provas de recuperação. Na última etapa, em Paul Ricard, na França, o brasileiro estava em segundo lugar, pressionando o Maserati de seus companheiros Michael Bartels e Andrea Bertolini, quando foi tirado da prova pelo Corvette número 13 da dupla Andrea Piccinini e Marc Hennerici.

Apesar deste problema, o paranaense ressalta o trabalho que a equipe vem fazendo nesta temporada e se mostra confiante em um bom resultado em Spa. “Vamos ver como vai ser, porque em comparação ao ano passado, o Maserati está 85 quilos mais pesado por causa das medidas de equalização de desempenho da organização do campeonato. A equipe foi bem em Paul Ricard, e esperamos manter essa curva ascendente na Bélgica”, analisou.

Confira a programação para a segunda etapa do campeonato (horário de Brasília):

QUINTA-FEIRA (29/07):
06h30 – 07h50: Treino Livre
11h30 – 12h50: Pré-Classificatório

SEXTA-FEIRA (30/07):
04h45 – 05h45: Treino Classificatório
10h00 – 11h00: Corrida de Classificação

SÁBADO (31/07):
03h30 – 04h00: Warm Up
07h05 – 08h05: Corrida