Copa Brasil Spyder Race: Marote vence em Sta. Cruz do Sul (RS)

3 de agosto de 2010

Depois de ser o mais rápido nos treinos livres de sábado e ficando e segundo no treino extra realizada no mesmo dia devido as fortes chuvas que caíam sob o Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, Marote não conseguiu brigar pela pole position devido a um problema de motor em seu carro, largando na 6ª posição; o piloto da Racequip Motorsports, Marco Cozzi (Habasit / Rossi Gearmotors / TVA / Dez por cento), ficou com a honra de largar na posição de destaque do grid.

Porém Cozzi não pôde sentir o gosto da liderança por muito tempo, conseguindo manter-se à frente dos líderes quando a largada foi autorizada, mas perdendo posições para Fábio Perez (SP Mec), Rodrigo Posses (G-Stage); uma volta depois o pole position perdera posição também para Henrique Assunção (RJ Racing / Marote Motorsports) e Ivan Mendes (Arias Motorsports), que mesmo largando em terceiro também perdeu para os líderes atuais. Cozzi a essa momento aparecia sem a tampa traseira do motor, o que inclui a asa traseira do carro: “Aparentemente a tampa se soltou por algum motivo que estamos analisando, pois o piloto não se envolveu em nenhuma disputa e também não foi tocado”, explicou Carlos Castrale, chefe da Racequip Motorsports após a corrida.

Henrique Assunção mostrando um bom ritmo de corrida logo no começo da prova assumiu a liderança na segunda volta, ficando à frente de Posses e Perez. Na categoria Light, Roberto Dal Pont que faz dupla com Luiz Carlos Abbade (STP / Vitrine Jardins / Cedecom) largou na pole, mas perdeu posição para Marcelo Campagnolo (Cesinha Competições) e Raijam Mascarello (Guerra Motorsports).

Na oitava volta Marote que havia rodado sozinho na primeira volta caindo para a 12ª colocação já aparecia em 5° lugar, preparando o ataque sob Ivan Mendes, vencedor da etapa de abertura da temporada em Curitiba, mas com visíveis problemas o que deixava o rápido piloto mineiro sem possibilidade de acompanhar os líderes; uma volta depois Ivan não conseguiu segurar seu adversário, e dois voltas mais tarde ele viria a abandonar graças ao causador do problema de queda de desempenho do piloto: problema no câmbio. Com o abandono, Ivan deu adeus a possibilidade de manter-se na liderança do campeonato após a etapa de Santa Cruz do Sul.

Na 13ª volta Perez não consegue resistir e perde o terceiro posto para Marote no final da rede dos boxes, e uma volta depois seria a vez de Posses ficar atrás da dupla da RJ Racing / Marote Motorspots, com a liderança de Assunção.

Com a entrada do Safety Car no 20° minuto de corrida para a neutralização da prova o posicionamento estava assim: liderança de Assunção, seguida por seu companheiro de equipe Marote, Rodrigo Posses em terceiro à frente de Perez, Fernando Fortes (SP Mec), Campagnolo, Raijam; Dal Pont passa o carro para seu companheiro de equipe, Abbade que volta para a 8ª colocação, terceira entre os Light.  Cozzi, mesmo sem a parte de trás do carro é o nono, Ortolani (Sauva Competiçõs) o 10° seguido por Mallaco e Walter Coutinho Jr (Cesinha Competições), que sofria com problemas de embreagem para manter-se na pista.

Na relargada as posições são mantidas, com Ortolani ganhando duas posições com seu Spyder n° 77. O paranaense Marcelo Campagnolo mantinha-se à frente de Raijam na disputa pela vitória da Light, enquanto Abbade travava uma forte disputa pelo terceiro lugar na categoria com Ortolani.

Na 18ª volta Marote ultrapassa seu companheiro de equipe e assume a liderança; Campagnolo mantinha-se na liderança da Light vendo de perto do Spyder vermelho e preto de Raijam aproximar-se, mas problemas mecânicos o fizeram perder rendimento a partir da 24ª volta.

Fulvio Marote vence a etapa gaúcha de Santa Cruz do Sul, com seu companheiro Henrique Assunção na segunda colocação, sofrendo forte ataque de Fernando Fortes que recebeu a bandeirada em terceiro. Fábio Perez foi o quarto também sendo fortemente pressionado por Rodrigo Posses, o quinto; fechando o pódio, Marco Cozzi que terminou a prova em sexto depois de largar na pole e perder a parte traseira do seu carro n° 51.

Entre a categoria Light vitória de Marcelo Campagnolo, seguido por Abbade e Dal Pont, Mallaco que teve sua melhor posição de chegada na categoria, Ortolani, Raijam e Walter, que mesmo sem completar a prova subiu ao pódio na 6ª colocação.

A próxima etapa da Copa Brasil Spyder Race acontece em Campo Grande (MS) em rodada dupla nos dias 28 e 29 de agosto. O evento fará parte da programação oficial da cidade em comemorção ao aniversário da capital sulmatogrossense.