Rally dos Sertões: Varela/Bampi usam a experiência para conquistar o Vice

20 de agosto de 2010

Após dez dias de muita aventura e poeira pelo interior do Brasil, a 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões chegou ao final para os competidores, que saíram de Goiânia (GO) para 4487 quilômetros e seis estados depois terminarem a prova em Fortaleza (CE). Na geral, o título ficou com a dupla Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi L200 SR), enquanto na categoria Super Production os vencedores foram Luis Facco/Silvio Deusdará (Mitsubishi L200 RS) seguidos dos experientes Reinaldo Varela/Eduardo Bampi (Mitsubishi Pajero Full), décimo na Geral.

Na última etapa, dia de definição das posições no rali, a dupla Reinaldo Varela/ Eduardo Bampi (Mitsubishi/Pirelli/Blindarte) usou da vasta experiência em provas de rali e off-road para conseguir terminar a especial de 107 quilômetros , mesmo com problemas. “Nos dez quilômetros iniciais o cabo do acelerador quebrou. Não conseguimos consertar como o esperado e então improvisamos um pouco. Eu acelerava com uma mão e guiava com a outra. Foi difícil e perdemos algum tempo, mas chegamos. Isso já é muito bom, não é nada fácil terminar uma prova dessa. Foi excelente esse resultado”, exclamou Varela, quatro vezes vencedor do Rally dos Sertões e único brasileiro campeão mundial de Rally Cross Country.

“A especial foi bem tranquila, acho que foi a menos complicada de toda a prova, mas ainda assim teve alguma dificuldade. Foram trechos com curvas abertas e areia fina, mas não tinha tantos buracos. O saldo é bastante positivo por todas as dificuldades que tivemos. Mesmo poupando bastante o carro, essa prova judia do equipamento e do corpo. Então esse resultado já é uma vitória”, destacou o navegador paranaense Eduardo Bampi, que participou da prova pela quarta vez.

Com quatro títulos na prova na categoria (99, 00, 07 e 08) e um título na geral (00), Reinaldo Varela agora também soma agora quatro vice na categoria (98, 05, 06 e 10), consolidando-se como um dos maiores competidores em provas de rali e off-road do Brasil em todos os tempos. E esta foi a 13ª participação de Varela no Rally dos Sertões, a primeira vez tendo Bampi como navegador. Em 13 edições, o piloto finalizou a prova em 12 delas, sendo nove vezes entre os quatro primeiros na Geral.

Segunda maior competição de fora-de-estrada do mundo, atrás apenas do mítico Dakar, a 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões apresentou 95% de ineditismo em seu roteiro. Em 2010, a prova contou com um número de competidores superior ao de 2009, com um total de 155 veículos inscritos. Foram percorridos 2.366 quilômetros de especiais, um recorde histórico de trechos cronometrados, com 52,7% do total de 4.487 quilômetros . O percurso cruzou seis Estados brasileiros – Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão, Piauí e Ceará – de quatro regiões, passando pelas cidades de Goiânia, Caldas Novas e Alto Paraíso (GO), Unaí (MG), Dianópolis, Palmas e São Félix do Tocantins (TO), Balsas (MA), Teresina (PI) e Sobral e Fortaleza (CE).

Fotos: Mastermídia/Divulgação.