Christian Fittipaldi termina entre os 10 primeiros nas duas baterias do Trofeo Linea

22 de agosto de 2010

A 3ª etapa (rodada dupla) do Trofeo Linea mostrou mais uma vez grande competitividade, neste domingo (22), no circuito de Interlagos, em São Paulo. Cacá Bueno foi o vencedor da 1ª bateria e Duda Pamplona faturou a 2ª prova do dia.

Na equipe Fittipaldi (Iveco Capital / Banco Fidis / Rede Pit Stop), Christian Fittipaldi conseguiu “salvar” um final de semana que parecia perdido, após os problemas com o acerto do carro nos treinos livres e classificatório. Ele foi o nono e o sétimo colocado nas duas provas deste domingo. “Salvamos um final de semana que poderia ser uma tragédia. Cometemos um erro grande na classificação no acerto do carro e aprendemos e pagamos com o nosso erro. Se não tivéssemos encontrado esse caminho, eu não teria passado de 15º lugar nas corridas”, declarou Christian. “Conseguimos marcar pontos, mas agora precisamos de resultados ‘maiores’, pódios, para subir na tabela de pontos”, continuou o piloto.

Christian também comentou sobre a diferença no rendimento de alguns motores. “Vou concordar com alguns pilotos que estão reclamando do motor. Existe sim uma diferença e precisamos nos reunir para resolver como solucionar isso. Sortear os motores ou pedir a equalização de todos eles. Em Londrina, o motor não faz tanta diferença e não deu para perceber, mas aqui deu para ver bem isso”, completou.

Diretor geral da equipe, Wilsinho Fittipaldi acredita que o lado positivo de tudo isso foi ter encontrado um novo caminho no acerto do carro. Como a equipe estreou uma etapa depois das demais, está atrás no aprendizado do carro. “Acredito que nas próximas corridas, voltaremos a ser competitivos. Estamos pagando o preço por ter uma corrida a menos”, concluiu.

Texto – Fernanda Gonçalves.

Foto: Duda Bairros.