28 de agosto de 2010

O primeiro dia de disputas da Fórmula Indy no Chicagoland Speedway foi conturbado para Vitor Meira. O brasileiro ficou em 24º no treino classificatório da tarde desta sexta-feira (27). Largaria em último no grid de 29 carros neste sábado (28), já que a A.J. Foyt Racing comunicou que trocaria o motor do Dallara-Honda número 14. O regulamento prevê que esteja no fim do grid o piloto cuja equipe optar por trocar o motor do carro fora do prazo permitido.

A A.J. Foyt relatou às autoridades técnicas da categoria que a unidade utilizada pelo brasileiro na tomada de tempos tinha problemas. O piloto retoma sua posição no grid. Técnicos da Honda vão vistoriar o equipamento. Se a deficiência for confirmada, piloto e equipe não terão nenhuma punição. Caso a vistoria não detecte problemas, além de arcar com os custos de toda a operação, a equipe terá de voltar a utilizar o mesmo motor em uma corrida ainda neste ano.

A substituição da unidade foi definida depois do treino classificatório da tarde desta sexta-feira (27). O 24º lugar decepcionou Meira, que havia sido o 14º mais rápido no treino livre de horas antes. “Estamos trocando o motor. Não estou dizendo que nosso problema seja este, mas é um problema que podemos eliminar antes que se cria. É como cortar o mal pela raiz”, afirma o brasileiro, que aparece em 15º lugar na classificação do campeonato.

O rendimento do carro deixou Meira satisfeito após o primeiro treino livre. Ele aponta os méritos do engenheiro chefe da equipe, Jef Britton, experiente nas pistas ovais curtas como o de uma milha e meia que recebe a etapa de Chicago. “O Jeff e o A.J. (Foyt) conseguiram um bom câmbio, um bom equilíbrio, a pressão aerodinâmica está muito boa. A gente fez tudo que achou que devia fazer. O A.J. concordou com todas as decisões”, comentou.

Largar da 12ª fila não é um contratempo que traga preocupação ao piloto brasileiro. “A classificação, ou no meu caso a posição de largada, não chega a ter tanta importância aqui, porque é uma corrida com muitas ultrapassagens. O carro está bom para a corrida, nós vamos mostrar isso na corrida”, prometeu. Nas três últimas corridas da Indy em ovais curtos, foi décimo colocado nas etapas do Texas e do Kansas e ficou em sétimo na prova em Iowa.

A 14ª etapa da Indy, neste sábado, terá largada às 21h de Brasília e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes –Téo José narra, com comentário de Felipe Giaffone.

Texto: Luciano Monteiro

Foto:Fábio Oliveira/Divulgação.